O CVV, Centro de Valorização da Vida, é uma associação civil sem fins lucrativos fundado desde a década de 60, e o seu trabalho, é fazer com que haja menos suicídios possíveis através da principal campanha a nível nacional, o Setembro Amarelo, e também, pelo simples fato: ouvir a quem necessita. Tanto que em seu site oficial, existe a possibilidade dos possíveis suicidas entrarem em contato através do telefone 141, Skype, e-mail, chat online ou até mesmo, um encontro pessoal.

Há menos de um mês, a Netflix estreou a série 13 Reasons Why em seu catálogo. Para quem não sabe do que estamos falando, clique aqui e aqui e leia nossa crítica sobre a série e também, sobre o comparativo livro versus série, respectivamente. Fala de suicídio nunca é fácil, principalmente para quem presenciou/vivenciou a situação bem de perto. Mas a notícia é boa e deve ser compartilhada.

O número de pedidos de ajuda dobrou desde a estreia da série, que virou febre entre os jovens, adolescentes e aqueles que adoram maratonar um bom seriado. Mesmo se tratando de um assunto bem forte como o suicídio desencadeado pelo bullying, principalmente, a série é atual e tem a capacidade de gerar em quem assiste, uma autorreflexão sobre o tema e nos faz cair em si, de que muitas das vezes, por mais que não seja nada forçado ou então premeditado, estamos inseridos dentro do contexto de praticante do bullying.

Segundo o porta-voz do CVV, o aumento dos pedidos de ajuda se deu a partir da divulgação dos contados da associação pela Netflix no episódio Tentando entender os 13 porquês, uma espécie de making off da série. Após o balanço positivo, o CVV aconselhou que o livro homônimo de Jay Asher, fosse lido por aqueles que solicitaram ajuda.

Ainda nessa pegada de alerta e prestação de serviço público, a Netflix lançou em seu canal no Youtube, relatos de influenciadores digitais que sofreram bullying mas que também praticaram, muita das vezes, porque sofreram primeiramente. Trata-se da campanha Não seja um porquê. Nela, usuários pedem o fim do bullying e do assédio com a tag #NãoSejaUMPorque,. Os vídeos podem ser vistos no canal da Netflix, no Youtube.

Mais informações:
www.cvv.org.br
http://www.13reasonswhy.info/#bra

Compartilhar
Tot é do deus da sabedoria, conhecimento, escrita, música e magia. Aqui no Thunder Wave, ele é conhecido como Luã Stewart: carioca da gema, ama livros, filmes, seriados e música. É #potterhead e #beyhive de carteirinhas. Estuda jornalismo (tá acabando) e anseia morar fora do Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here