A segunda temporada de Desafio Sob Fogo: América Latina está chegando ao final. E tem brasileiro na disputa para se tornar o Melhor Forjador da América Latina e levar os 10 mil dólares da premiação: o gaúcho Daniel Jobim. Será que conseguirá repetir o feito de seu conterrâneo Tom Silva, o grande vencedor da primeira temporada, em 2018?

Para esquentar a torcida pelo representante brasileiro, o HISTORY exibirá uma maratona especial, com todos os episódios da temporada antes da final.

Apresentada pelo ator colombiano Juan Pablo Llano, a temporada seguiu com o exigente júri formado pelo mexicano Antonio de Regil e pelo argentino Mariano Gugliotta. Ao longo de sete episódios, oito ferreiros, do México, Brasil, Argentina e Espanha (convidado) se enfrentaram em tarefas complexas, para recriar e apresentar armas resistentes, afiadas e letais. Para isso, utilizaram como matéria-prima alguns elementos distintos, entre ferramentas, sucata e armaduras velhas. Foram forjadas armas icônicas, como o kukri nepalês, a faca belduque, o machado Francisca e o punhal Dirk escocês, entre outras.

No último episódio da temporada, chega o dia da grande final, e um convidado especial vai fazer parte do júri: Doug Marcaida, jurado do Desafio Sob Fogo original. Os quatro finalistas terão que forjar uma Adaga de Esquerda para combate corpo a corpo, usada por Hernán Cortés em suas conquistas. Depois de avaliadas as armas, um dos participantes deve deixar a competição. Os três restantes terão de terminar suas armas, que serão testadas cortando mangueiras de incêndio e quebrando blocos de gelo. Os dois finalistas passarão pelo teste final de letalidade contra um manequim balístico. A melhor arma definirá o grande vencedor do Desafio Sob Fogo América Latina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui