sexta-feira, 15, outubro, 2021

Casamento às Cegas Brasil | 5 estereótipos femininos quebrados no reality show

A recém estreada versão brasileira de Casamento às Cegas, reality show disponível na Netflix, tem levantado inúmeros debates. Pode, realmente, o “felizes para sempre” ser resultado de uma simples paixão provocada por conversas que acontecem por trás de paredes sem contato visual? Mais que isso, “Casamento às Cegas”, revela que as mulheres de hoje não são mais como antigamente. Já os homens…

Deborah De Mari, uma das 100 pessoas mais influentes em pesquisa de gênero no mundo e fundadora da Força Meninas, uma plataforma educativa que desenvolve em meninas habilidades para que elas protagonizem as oportunidades do século XXI, levanta cinco estereótipos de gênero quebrados no programa. “Casamento às Cegas Brasil, que promete colocar o mito do amor romântico em cheque, chama muito mais atenção pelos comportamentos não esperados, ou desesperados, de homens e mulheres na busca do grande amor. É aí que vemos os clichês de gênero se dissiparem”, afirma a pesquisadora.

Déborah, que também é criadora do prêmio Mude o Mundo como uma Menina, que acontece no dia 23/10 e destaca meninas de 13 a 21 anos e seus projetos para mudar o mundo e as ajuda com capacitação e mentoria para que cheguem ainda mais longe, escreve em sua análise que se o gênero fosse às cegas, as atitudes permitiram a grande parte dos participantes uma troca de papéis.

Conheça os 5 aspectos que chamaram a atenção da ativista dos direitos das meninas mulheres.

(Este texto contém spoiler dos 5 primeiros episódios).

1
Mulheres são românticas, homens são lógicos

Alto, moreno e simpático, o iraniano Shayan Haghbinghomi chama de imediato a atenção das participantes pelo sotaque gringo. Apesar das perguntas insistentes, ele esconde o jogo sobre sua nacionalidade até o segundo encontro. 

De conversa fácil, se conecta de imediato com a modelo e mãe solo Ana Prado. No papo entre os dois, ele destaca a importância do respeito; ela fala de imediato que um relacionamento com ela tem que incluir sua filha. Shayan volta do encontro animado, e quando se vê na companhia dos outros rapazes, fala alto que já encontrou sua escolhida e que as afinidades e conexão foram imediatas. Ana o descreve como o mais interessante que conversou.

No jogo da razão versus a emoção, as mulheres do programa claramente procuram racionalizar afinidades, enquanto os homens estão, em sua maioria, orientados pelas aparências. Segundo eles mesmo falam, parecem desorientados sem uma bússola emocional adequada para reagir ao jogo, ou atrapalhados, fingindo aparências. 

Essa dinâmica se repete em outros encontros, como o de Ana Terra e Mack (dispensado), Dayane Feitosa e Rodrigo Vaisemberg.

Voltar

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,959SeguidoresSeguir
4,239SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave