A tecnologia móvel já nos deu aparelhos que gravam vozes, vídeos, acessam a internet, comportam vários aplicativos e ainda efetuam registros fotográficos. “Não há mais o que inventar em se tratando de celulares”, é normal ouvirmos isso por aí.

No entanto, como não há limite para a criatividade e inovação tecnológica, já estão sendo desenvolvidos celulares dobráveis. Isso mesmo, pois é possível dobra-los como se eles fossem uma carteira.

Em janeiro, no mais recente CES, a famosa convenção de tecnologia realizada nos Estados Unidos, o Royole FlexPai atraiu os olhares de vários visitantes. Ele é uma mistura de smartphone e tablet e, o mais interessante: possui tela dobrável.

A Samsung, por exemplo, já está de olho nessa nova tendência e já planeja lançar no mercado o Galaxy Fold, que é o possível nome do seu celular dobrável.

A Xiaomi, empresa chinesa que atua no segmento de tecnologia, também já entrou na corrida dos celulares flexíveis e até já divulgou um modelo.

As possibilidades dessa tecnologia

Pesquisas apontam que o uso de smartphones cresceu muito em vários países. Essa tendência contribuiu para o aumento do e-commerce, pois o acesso a lojas online ficou mais fácil.

Mas afinal, como esses dispositivos móveis – e maleáveis – podem interferir no dia a dia dos consumidores?

No caso dos produtores de conteúdo na web, vai continuar valendo aquela ideia de que para criar um blog ou um site(se ainda não tem o seu siga esse tutorial: https://www.weblink.com.br/blog/como-criar-um-site/) será fundamental contar com um design responsivo, que é o design ideal para o público visualizar o conteúdo de maneira adequada.

Afinal, o uso de smartphones, dobráveis ou não, já está consolidado entre os consumidores e quem quer assegurar a presença online deve pensar as suas estratégias de Marketing Digital também para esses dispositivos.

Por isso, vale destacar algumas das vantagens que esse tipo de tecnologia pode trazer para o nosso dia a dia. Vamos ver?

Novas maneiras de interação

As telas dobráveis podem trazer para os usuários uma maneira nova de utilizar o aparelho, já que a maleabilidade do dispositivo transforma uma tela em duas. O que isso pode trazer na prática?

Com mais espaço de tela o usuário vai ter mais facilidade para encontrar ícones e aplicativos. Esse perfil multitarefa será vantajoso para acessar comandos essenciais no dia a dia como calculadora e calendário, por exemplo.

Vale lembrar que ele também vai tornar mais rápido e fácil o acesso para o entretenimento. Imagine, nesse caso, o espaço que uma tela dobrável pode possibilitar para quem usa o dispositivo para jogar games.

Câmeras com mais recursos

Em uma época em que as selfies se tornaram populares, muitas pessoas levam em consideração a qualidade da câmera na hora de adquirir um aparelho. É bom lembrar também que não são apenas as selfies que tornam os smartphones essenciais nos dias de hoje.

Além disso, quem atua gerenciando uma loja online com certeza sabe que as fotos de qualidade são tão importantes para o seu negócio quanto é, por exemplo, uma boa hospedagem de site.

Por isso, diante das telas dobráveis a câmera principal poderá atuar tanto na parte frontal quanto atrás, não importando se o aparelho se está ou não aberto.

Menos telas quebradas

Quem nunca se deparou com alguém que possui um smartphone repleto de recursos e que só não são perfeitos por causa de um único detalhe: a tela está rachada.

Infelizmente, por serem manuseados todos os dias e praticamente a todo instante, smartphones estão suscetíveis a quedas. Por essas e outras que há muitos usuários ostentando vários deles com as suas respectivas telas quebradas.

É bem verdade que a tela dobrável não será indestrutível, porém, justamente por serem flexíveis deverão ser construídas com algum material mais resistente. Portanto, não será uma única queda que vai causar danos nela.

Um possível adeus aos tablets

Não somos os arautos do apocalipse dos tablets e declarar aqui que eles estarão em extinção, porém é fato que recentemente os tablets, os notebooks e os smartphones se fundiram.

E para completar, ao abrir um celular com tela flexível você estará praticamente manuseando um pequeno tablet.

E não custa lembrar também que um notebook com tela sensível pode fazer às vezes, o trabalho dos tablets, o que, convenhamos, é outro duro golpe pare esses aparelhos.

Enfim, a verdade é que os recursos e as capacidades de um smartphone dobrável serão os mesmos de um tablet, porém, a única desvantagem é o preço salgado durante o período de novidade.

Conclusão

Os smartphone de tela flexível já são uma realidade, eles apenas, por enquanto, ainda não são comuns. Nos próximos anos certamente veremos novas interações por conta desses aparelhos.

Portanto, ainda que a tecnologia traga mais novidades, contar com design responsivo, uma boa plataforma e um bom serviço de hospedagem são aspectos que continuarão relevantes para quem produz conteúdo e busca presença online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui