domingo, 20, setembro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica: Cinderela

Crítica: Cinderela

Contos de fadas marcaram nossa infância. Todos nós lemos, assistimos ou ouvimos algum quando éramos crianças. Por isso, não importa nossa idade, um filme que conte um desses contos sempre chamará atenção.

Cinderela (Cinderella) conta a história de uma das mais famosas fábulas infantis. Após a morte de sua mãe (Hayley Atwell), Ella (Lily James) ganha uma madrasta (Cate Blanchett) e duas irmãs, Drisella (Sophie McShera) e Anastacia (Holliday Grainger). Tudo ia bem até que seu pai (Ben Chaplin) morre em uma de suas viagens, deixando Ella aos cuidados de sua madrasta, que se revela ser bem má. E então vem a conhecida história do sapatinho perdido no baile.

Cinderela PrincipePor ser um filme, a obra foi transformada no mais realista possível, até mesmo os animais ajudantes viraram apenas animais amigos. Esse realismo funcionou muito bem, transformando algo considerado impossível em uma história de amor um pouco clichê, com um toque de magia. O amor entre Cinderela e o Príncipe (Richard Madden) já é mais do que conhecido pelo público, e a forma como isso acontece também, mas a sintonia entre os atores conseguiu passar um realismo muito bonito para a história.

A produção é visualmente linda. Com cores fortes que lembram uma animação e bem pouco carregado nos efeitos, a ambientação consegue te passar uma época distante. O figurino é espetacular, principalmente, claro, o famoso vestido de Cinderela em conjunto com seu sapatinho de cristal.

CinderelaO elenco, como era de se esperar, não deixou nada a desejar. Cate Blanchett conseguiu passar uma madrasta egoísta, que só pensava no bem dela e suas filhas, mas que não era de fato cruel, apenas abusiva.  Particularmente, gostei bastante de Stellan Skarsgård como Grão Duque, se encaixou perfeitamente no personagem. Mas o grande destaque vai para a pequena, porém marcante, participação de Helena Bonham Carter como Fada Madrinha. Já é raro vê-la em um papel “normal”, como fada levemente atrapalhada, ficou maravilhosa, e linda!

Cinderela

Cinderela cumpriu o prometido, contou a história da famosa gata borralheira nos cinemas de uma maneira que agrada crianças e adultos. Se gosta de contos de Fadas e, como eu, cresceu amando a Disney, você tem que conferir.

Lembrando que o curta Frozen: Uma Febre Congelante é exibido antes de Cinderela.

Cinderella

Cinderela estreia dia 26 de março, nos cinemas brasileiros.

Nota do Thunder Wave
Cinderela mostra o clássico conto de fadas de uma maneira mais realista, mas mantendo os valores

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,011FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,362SeguidoresSeguir

Brooklyn Nine-Nine | Série exibirá episódio sobre brutalidade policial na 8ª...

0
Brooklyn Nine-Nine vai exibir uma história sobre a brutalidade policial na 8ª temporada. Depois de supostamente desfazer-se de pelo menos quatro episódios...

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave