domingo, 5, dezembro, 2021

Coletiva de Imprensa | Apresentadora e jurados falam sobre The Cut, novo reality show da HBO Max

Uma competição acirrada na qual 12 participantes terão que se superar para provar quem é o melhor hairstylist do Brasil

A HBO Max anunciou na última terça-feira (16) o novo reality show brasileiro “The Cut”, que estreia dia 25 de novembro exclusivamente na plataforma de streaming. A produção Max Originals terá oito episódios e vai acompanhar 12 participantes na disputa do título de melhor hairstylist do país. Seguindo a mesma dinâmica que outros programas como MasterChef Brasil ou The Voice, teremos provas, times e uma disputa bem afiada.

Na última quinta, 11 de novembro de 2021, a HBO Max fez uma coletiva de imprensa online, na qual fomos convidados para participar e a apresentadora, Alessandra Ambrósio e os jurados Daniel Hernandez, Marcos Proença, Monica Salgado e Zica Assis, responderam algumas perguntinhas sobre a produção do programa. Confira!

Leia também ‘THE CUT’, NOVO REALITY APRESENTADO POR ALESSANDRA AMBROSIO, ESTREIA EM NOVEMBRO NA HBO MAX

HBO Max apresenta o trailer de ‘The Cut’, reality liderado por Alessandra Ambrosio, que estreia em 25 de novembro
Os jurados são Zica Assis, Marcos Proença, Monica Salgado e Daniel Hernandez / Reprodução HBO Max

A cada episódio os competidores vão se superar em provas emocionantes, sejam individuais ou grupos, e terão que mostrar que dominam todas as técnicas de cortes, penteados e coloração, além de se desafiarem a cada prova. O grande vencedor leva para casa um prêmio de 200 mil reais. E para dar um up na produção, o time de jurados é um grupo bem preparado e os competidores que se preparem, pois Daniel Hernandez, Marcos Proença, Monica Salgado e Zica Assis não estão para brincadeira.

Antes de qualquer coisa, nós tivemos a oportunidade de assistir toda temporada com episódios que duram em torno de 45 a 48 minutos e assim como qualquer competição os nervos ficam à flor da pele e não é só de quem participa da atração. Algo muito interessante e positivo é que o espectador consegue criar uma conexão com os participantes, pois vemos que são profissionais da área da beleza, mas que não são meros competidores. São pessoas que têm uma trajetória, uma história de vida. É uma dinâmica intensa e fervorosa, além de ser marcada por situações que precisam ser refletidas e debatidas na sociedade.

Por ser um formato original, todo desenrolado, o The Cut é uma surpresa pra todos, né?! Obviamente, houve uma seleção de casting não só dos talentos, mas também, obviamente, dos participantes, muito carismáticos, gente muito interessante, um casting muito diverso, com histórias de vida muito diferentes. (…) Deixou o programa mais interessante. – Monica Salgado

Como mencionado anteriormente, são 12 participantes e a seleção do programa foi muito inteligente e empática ao  trazer pessoas de diferentes perfis isso incluindo gênero, idade, origem e diferentes atuações no mercado como a profissional trans Melissa, a Simone, pessoa com deficiência, a Jana, uma mulher negra que trabalhou muito para ser uma ótima profissional da área ou até mesmo o Sylvio, um homem gay e maduro (um pouco mais velho que os demais), além de outros perfis.

Como qualquer reality show, não se trata apenas de técnicas, mas é uma jornada pautada pelo aprendizado. Muitos episódios foram emocionantes. Alguns provocam até lágrimas como a transformação de uma cliente pelas mãos de Saulo ou um penteado apoteótico feito pela Melissa. Muitos são fofos e transmitem uma garra, uma dedicação fora do normal como a gentil Simone e o talentoso Alex. Porém, alguns participantes aproveitaram com força e era tudo ou nada como a petulante Bruna ou o pedante Caio. Dois profissionais que podem dividir opiniões entre a crítica e o público. 

Eu sou super mandona, uma líder nata. Se eu não sou a líder, a pessoa tem que me colocar no meu lugar. Mas se eu tiver que ser a líder, eu vou amar. – Bruna

O jeito da Bruna, pode gerar um pouco de incomodo – ela poderia ser comparada a  Karol Conka, porém uma versão soft -, a todo momento ela quer se impor como melhor líder e quer mostrar serviço e tudo bem, pois é uma competição e estão lá para vencer. No entanto, acredito que um pouco de parcimônia, gentileza, respeito e educação não fazem falta a ninguém.  A mesma coisa o Caio, ora ele se mostrava um profissional que sabe o que faz e desempenha muito bem o que prometia entregar. Mas em outros momentos, total fora da caixa. Novamente, se for para vencer, jogar limpo é a melhor saída. É como na vida. Apesar desses deslizes, Bruna protagonizou um momento lindo que emociona a quem assiste.

No geral, os participantes são legais e com suas histórias de vida tocam o espectador de forma profunda e isso é algo que enriquece a atração, pois não se trata apenas de corte, penteado e coloração, mas de jornadas humanas. 

Eu acho que é pra todo mundo se preparar para muita emoção. – Daniel Hernandez

O papel desempenhado pelos jurados é bem parecido com de outros programas, eles falam as demandas que precisam ser entregues, durante as provas eles passam pelas bancadas, conversam, questionam, dão puxões de orelha nos participantes, mas no final não são eles que aprovam ou desaprovam o trabalho feito e sim a cliente. A dinâmica inusitada faz com que o programa tenha uma originalidade em relação a outros formatos. 

A disputa se dá sempre em três provas. A primeira acontece no Salão Shiny, onde ocorrem as provas em grupo e o desafio aqui não é o tempo, mas a falta de espelhos. No final da prova, o cliente dá uma nota de 0 a 10 e a equipe perdedora segue para o Salão Dark, onde atuam de forma individual na prova de penteados. Os cabeleireiros com o pior desempenho se enfrentam no Final Cut, o temido duelo eliminatório, uma prova de corte feita em poucos minutos.

Diferente de outros formatos, os jurados não são grossos e arrogantes, podem ser um pouco exigentes, mas sabem reconhecer o trabalho de cada participante. A apresentadora foi uma escolha inusitada, mas Alessandra surpreendeu com seu jeito carismático. Além disso, ela não assumiu uma postura insolente como a de outras apresentadoras que causam em seus desempenhos. Com o passar dos episódios podemos perceber a evolução dela, no primeiro ela está mais comedida, porém ela se solta e é uma atuação surpreendente. Ótima escolha. Outro ponto em relação a ela são os looks… cada um mais lindo que o outro. 

Eu nunca tinha apresentado nada antes. – Alessanda Ambrósio

Durante a coletiva, a Alessandra comentou que foi uma surpresa ter recebido o convite para apresentar a nova atração da HBO Max. Já participou de alguns realitys, mas é a primeira experiência dela para ser a Host de um programa. Ela ainda fala que amou a ideia e como fazia muito tempo que ela não trabalhava em solo brasileiro, a experiência foi muito boa. Outro detalhe que ela ressalta é que não é um reality só para profissionais da área da beleza, devido a diversidade de pessoas e de suas respectivas jornadas de vida faz com que mexa com qualquer um que esteja vendo a atração.

A Monica Salgado, jornalista e jurada comentou que após os términos das gravações se questionava em relação às decisões tomadas, porém ela realçou que tudo o que foi decidido foi bem analisado e feito com muita responsabilidade, afinal, eles estavam lidando com o futuro de cada participante. A Zica Assis, co-fundadora do Instituto Beleza Natural, falou da dificuldade das escolhas nos momentos mais complexos. Além disso, Assis falou da interação entre os jurados e a apresentadora que estavam sempre se apoiando e muito unidos.

A parte humana, acho que pra nós foi a mais emocionante. – Daniel Hernandez

Outros grandes jurados que marcaram presença e contribuíram muito com suas respectivas jornadas e carreiras foram o maquiador Daniel Hernandez e o hairstylist Marcos Proença que comentaram sobre a atuação e o desempenho dos participantes. Ressaltaram que decidir entre um participante ou outro era um desafio, pois a qualidade técnica de cada competidor era de um nível elevado e as provas desenhadas pelo programa também tinham uma complexidade muito significativa como as tendências abordadas nas provas que é algo super relevante para um profissional de cabelo.

Se The Cut vai ter uma segunda temporada, não sabemos. Mas tem potencial e espaço para uma sequência. Com Alessandra no comando, com as dicas e experiências dos jurados e participantes bem interessantes, podemos ver que qualquer pessoa pode se emocionar ao assistir os 08 episódios. A nova atração do streaming garante histórias emocionantes, boas risadas e conflitos cabeludos.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,962SeguidoresSeguir
4,234SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave