quarta-feira, 27, outubro, 2021

Comparativo Filme vs. Livro: ‘Caixa de Pássaros (Bird Box)’

O filme Caixa de Pássaros (Bird Box) foi lançado no catálogo da Netflix, no último dia 21 de dezembro e em apenas uma semana desde sua estreia, o longa atingiu a marca de mais de 45 milhões de visualizações, tornando a produção Original Netflix de maior audiência da história do serviço de streaming. Fato inédito também, afinal, a própria Netflix não divulga seus números e entende-se quando algo é cancelado, repentinamente, é por baixa visualização ou quando o orçamento é alto e não acompanha o interesse popular.

Desde quando foi noticiado de que Sandra Bullock seria a protagonista do longa, fãs da atriz torceram para que ela entregasse uma Malorie como fora descrita no livro e que também, a adaptação fosse inteiramente ou o melhor possível, fiel à obra original. Escrita por Josh Malerman, o livro é considerado uma novela – por ser menor que um romance e maior que um conto -, e lançou ao então autor iniciante, ao mercado editoral em 2014. No Brasil, a editora Intrínseca adquiriu os direitos de publicação da obra.

Como nem tudo é perfeito, há sim as diferenças (sejam elas grandes ou pequenas) dos livros e filmes, bem como, cenas criadas, informações alteradas ou vice-versa. Confira abaixo, algumas das principais diferenças de Caixa de Pássaros.

Leia: Crítica: ‘Caixa de Pássaros (Bird Box – filme)

*** ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS ***
E pode comprometer a sua experiência em ler o livro ou assistir o filme

Para o filme, mudaram os nomes de alguns personagens:

ShannonJessica
DonDouglas
GeorgeGreg

Malorie, Tom, Olympia, Cheryl e Gary foram os únicos nomes que não sofreram alterações. Lucy e Charlie não existem no livro. Jules e Victor, o cachorro, não estão no filme.

No filme, Shannon/Jessica (Sarah Paulson) está no carro quando vê uma das criaturas. Ela causa um acidente e depois se joga na frente de um caminhão. No livro, em casa, Shannon/Jessica vê uma das criaturas pela janela que estava momentaneamente aberta e Malorie encontra a irmã no chão do banheiro, com o rosto virado para o teto e uma tesoura cravada no peito.

No filme, Malorie (Sandra Bullock) encontra a casa de Riverbridge * depois do acidente de carro causado por sua irmã, Jessica, durante o caos. No livro, Malorie acha Riverbridge através de um anúncio no jornal, logo após a morte de Shannon. No filme, George/Greg (BD Wong) ainda está vivo. No livro, George/Greg havia morrido depois de ver as filmagens da câmera – essa cena chegou a aparecer no filme, mas no livro quem contava era o Tom, pois George/Greg já estava morto quando Malorie chegou em Riverbridge.

* Riverbridge é o local onde a casa em que Malorie mora junto das outras pessoas.

A morte de George/Greg também sofreu alterações. No filme, ele estava amarrado à cadeira, no escritório, no andar superior, onde observava as câmeras de segurança pelo monitor do computador. Ele enlouqueceu e a cadeira tombou, fazendo com que ele batesse a cabeça na pedra e assim, viesse à óbito. No livro, também estava amarrado, mas ele forçou tanto que as cordas atravessaram os músculos e chegaram até seus ossos.

No filme, Malorie, Tom (Trevante Rhodes), Don/Douglas (John Malkovich), Charlie (Lil Rel Howery) e Lucy (Rosa Salazar), saem para procurar comida no mercado. Felix (Colson “Machine Gun Kelly” Baker) e Lucy fogem juntos e levam o carro. No livro, apenas Tom e Jules saem pela vizinhança. É nesse momento que eles encontram dois cachorros da raça Husky Siberiano e uma caixa com dois pássaros. Ainda no livro, Lucy não existe, Felix fica até o final e morre com os outros.

No livro, ao longo dos dias, os sobreviventes bolam um esquema para sair da casa e buscar água no poço. Só que eles sentem que as criaturas estão à sua volta e as as cenas descritas por Malerman, são tensas e não foram para a versão final do filme. Ainda na novela, o grupo só descobre sobre Gary durante o parto de Malorie e Olympia. A confusão começa e Don/Douglas acaba tirando as cobertas das janelas e abrindo as portas para que as criaturas pudessem entrar.

No filme, só existem três pássaros. No livro, existem dois pássaros e três cachorros, mas os dois Huskies Siberianos morrem no meio da confusão. Uma das cenas mais tensas no livro, que não conseguiram reproduzir de maneira digna no filme, é o parto de Malorie e de Olympia. Elas passaram o tempo todo no andar superior da casa, enquanto ouviam os gritos desesperados de Tom, Jules, Cheryl, Felix e dos cachorros.

Sobre as mortes: no livro, Cheryl tem o corpo contorcido; Felix com buracos pelo rosto; Jules com cinco faixas sangrentas; Don/Douglas é encontrado no chão da cozinha e Tom, não teve a morte explicada, mas o autor Josh Malerman descreve que Malorie não saberia identificá-lo. Ainda sobre as mortes, no filme, Olympia (Danielle Macdonald) se joga pela janela, apenas. Enquanto que no livro, também se atira pela janela e se enforca com o cordão umbilical de seu bebê recém-nascido.

No livro, Victor, o único cachorro sobrevivente, fica com Malorie por um tempo até que em uma de suas saídas para buscar mantimentos, acaba vendo uma criatura. O autor descreve de forma chocante, como o animal começou a se machucar para se matar. A cena é bem forte.

Ainda no livro, a cena de Malorie com Garoto (Julian Edwards) e Garota (Vivien Lyra Blair) no rio, é tensa. O autor soube criar, de maneira brilhante, um terror psicológico de dar inveja a muitos autores renomados. Além disso, o Homem do Rio (Happy Anderson) nunca ataca o barco. Apenas ri, faz piadas e vai embora. O mesmo vale para a criatura, que nunca chega a derrubá-los no rio, apenas para o barco e mexe no tecido que cobria os olhos de Malorie.

Uma outra cena bem triste no livro, é quando Tom e Jules entram numa casa e Tom encontra um menino sentado na cama, de olhos abertos e boca aberta. Ele havia morrido de fome. Antes, viu seus pais morrerem e os colocou juntos com um papel escrito DeScanSSe EM Pas.

No filme, Tom ajuda Malorie a cuidar das crianças e eles ficam juntos por um tempo. No livro, Tom e Malorie nunca tiveram um relacionamento afetivo. Malorie cuidou sozinha das crianças, tornou a casa segura novamente, limpou todo o sangue, enterrou todos os corpos e treinou as crianças – ou seja, um mulherão da p***a!

No livro, a escola para cegos tinha pessoas de fora que enxergavam mas arrancaram/furaram seus olhos para não verem a criatura. Quando a tal coisa entrou no local, eles perderam muitas pessoas, inclusive Malorie se assusta com isso e fica um tanto ressabiada.

Ainda existem outras grandes diferenças e detalhes importantes, como por exemplo, Malorie cogita a possibilidade de cegar Garoto e Garota ainda bebês, o que obviamente, não foi para a cena final do filme.

Bird Box está disponível no catálogo da Netflix, enquanto que o livro, espero que consiga a sorte de encontrar um exemplar em alguma livraria, sebo ou livrarias digitais – desde a estreia do filme, os exemplares esgotaram, até os que estavam em estoque e vitrine. E lembrem-se: não abram os olhos – a não ser que seja para ler o livro ou assistir o filme.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,958SeguidoresSeguir
4,238SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave