Baseada no livro Os 13 Porquês, de Jay Asher, 13 Reasons Why estreia na Netflix e como toda adaptação, possuí várias mudanças. Para começar da narrativa, que é a maior diferença entre a série e o livro.

Enquanto o livro é narrado por Clay e por Hannah, através das fitas, a série abrange mais o ponto de vista de cada personagem e, mesmo que o argumento principal seja Clay ouvindo as declarações, tira o foco dele e mantém uma relação mais intima com todos os personagens. Para isso o tempo que Clay demora para ouvir as fitas é muito maior, ele deliberadamente está enrolando e ao invés de terminar em uma noite, fica dias na mesma história, mudando completamente a visão ao inserir a parte social dele com os outros integrantes dos relatos antes de saber todo o acontecido.

A divisão por lados das fitas continua, assim como a obra de Jay Asher mostra cada lado em um capítulo, a produção da Netflix mostra cada um em um episódio. Entretanto, ao invés de apenas mostrar o que cada indivíduo fez, mostra também o presente e como cada um está lidando com as consequências de seu atos.

Entretanto, a série adiciona várias novas cenas, com Clay tendo problemas para conseguir ouvir as fitas e precisando de vários momentos estranho para lhe dar coragem. Adicionar vinganças de Clay contra os personagens e deixar todos os envolvidos paranoicos com a ideia das informações das fitas vazarem e com isso começarem a perseguir Clay são outras mudanças marcantes na série.

Em homenagem à maneira diferente que Os 13 Porquês narra os acontecimentos, faremos um comparativo um pouco diferente, vamos dividir a lista de diferenças de acordo com cada personagem. Vejas as principais diferenças na lista abaixo:

***Contem Spoilers da obras a seguir***

1. Hannah

A personagem principal não muda muito na série em comparação com o livro. Porém, umas das diferenças é gigantesca: sua morte está modificada.
No livro Hannah se mata tomando remédios, já na série acaba cortando os pulsos na banheira, gerando uma cena cheia de sangue.

Na obra original, quando Hannah acaba parando na festa de Bryce, ela está cuidando a casa de um amigo da família que fica próxima. Na série, colocaram uma cena onde ela precisa fazer um depósito para seus pais, que estão em sérias dificuldades financeiras, e acaba perdendo o envelope com o dinheiro. Com isso, acaba saindo de casa para aliviar a culpa e para na festa.

A dificuldade financeira é também o motivo dos pais não prestarem atenção no que está acontecendo com ela. Diferente do livro, onde eles estavam constantemente viajando, na série eles estão tão absortos em resolver o problema que não prestam atenção em mais nada.

A primeira festa que Hannah vai, onde dá carona para Courtney, na série virou o baile de inverno

2. Clay

De longe, Clay é o personagem que é mais modificado na série. Começando pelo seu medo de saber como influenciou na morte de Hannah, ele enrola para ouvir tudo e sofre várias crises, chegando até mesmo a devolver as fitas para Tony e precisar de quase meio episódio em uma cena longa (e um pouco desnecessária) para voltar a ouvi-las.

Clay também é afetado pelos acontecimentos, sofrendo uma enorme ira e começando a se vingar de cada um dos participantes. Enquanto no livro ele se recusa até mesmo a jogar uma pedra na janela de Tyler, coisa que todos estavam fazendo, na série ele se vinga mostrando uma foto de Tyler nu para toda a escola e riscando o carro de Zach com as palavras que Hannah gritou para ele. Não é só ele que age diferente em relação às gravações, o time culpado pela morte de Hannah morre de medo do conteúdo das fitas vazar e estão constantemente tentando convencer Clay a ficar mais próximo deles, quando não funciona começam tentar recuperar as fitas, ameaçar o garoto e até a armar para Clay, colocando drogas em sua mochila.

Por fim, o personagem sofre, logo no inicio do primeiro episódio, um acidente enquanto andava de bicicleta, inexistente no livro. Ele passa toda a temporada com um machucado na testa, que acredito estar lá para ajudar a identificar os momentos de Clay no presente e nas lembranças.

3. Tony

Tony é o cara mais apagado do livro, porém sua participação é muito importante. Sem querer, acabou sendo o responsável pelas gravações, por dar à Hannah o gravador e nesse momento acabou virando também o responsável por vigiar o progresso. O fato de Tony ser guardião das fitas é revelado muito cedo na série, logo no primeiro episódio e cria uma desconfiança inexistente no livro entre Clay e Tony, que acredita que o amigo está muito envolvido e por estar em constante contato com a família de Hannah, parece suspeito.

E ele de fato era mais intimo de Hannah na série do que no livro. Na produção ele é um tipo de confidente dela, além de ter de fato presenciado a cena após sua morte. Por fim, na serie, ele é gay, com direito a um personagem novíssimo criado apenas para ser seu namorado.

4. Os pais

Os parentes dos adolescentes são muito ativos na série. Como o livro se foca em apenas Clay conhecendo a história, não havia a necessidade de saber como os pais lidam com tudo isso, mas como na série há uma investigação, eles precisaram entrar no contexto. Os pais de Hannah, óbvio, são que receberam o foco maior, já que não faria sentido a série não explorar como aqueles que, sem dúvidas, mais sofreram com a morte de Hannah estão lidando com isso. A trama aproveita para analisar o quanto os pais deveriam conversar com os filhos, dando mais uma lição de moral.

Além deles, o pai e mãe de Clay também aparecem bastante, sempre tentando lidar com a mudança no comportamento do filho. A mãe de Clay é mencionada várias vezes no livro, a diferença é que na produção ela é advogada e defende a escola no processo de investigação da morte de Hannah.

Já o pai de Alex aparece como policial

5. Tyler

Logo de cara, a maior diferença de Tyler é declarar ser apaixonado por Hannah, justificando assim o porquê ele a perseguia. Nunca foi mencionado nada disso no livro, a teoria é que ele ficava mais olho nela pela fama que os boatos criaram e por isso achar que teria mais chances de ver algo interessante.

Quando Hannah descobre que Tyler tirava fotos escondidas dela, ele na realidade não sabia que ela o tinha identificado, já na série, ele libera a foto que tirou dela e Courtney e Hannah chega a confrontá-lo para pegar as fotos de volta.

6. Courtney

13 REASONS WHY

No livro, quando Hannah descobre que está sendo perseguida por alguém tirando fotos, é Courtney que ajuda a descobrir que o culpado era Tyler. Para isso, elas fazem uma encenação, até provocando um pouco, para que ele tire as fotos e fique absorto completamente até ser pego no flagra.

Na série eles modificam essa cena, transformando o que seria a armadilha em uma noite de bebedeira acidental e no meio das brincadeiras, Courtney e Hannah acabam de fato ficando juntas e é essa a foto que Tyler divulga. Esse pequeno detalhe muda muita coisa, pois o livro reforça sempre que Hannah ficou com uma fama pesada apenas pelos boatos, sem de fato nunca ter feito nada e nesse caso, ela fez. Essa mudança também introduz que Courney na realidade é lésbica e tem medo de admitir. Curiosamente, ela é criada por dois pais.

Courtney fez muita coisa, constantemente usando Hannah para conseguir o que quer e o que ela realmente fez para Hannah no livro foi espalhar que ela tinha vários brinquedos sexuais. Há inclusive uma foto que gera vários comentários em quem ouve a fita, pois mostra uma pose comum de amigas em fotos, mas Hannah está com um sorriso e Courtney apavorada. Isso se dá porque Hannah descobre os boatos que Courtney está espalhando e conta para ela naquele momento. Na série ela espalha que na foto (mencionada na parte do Tyler) eram Hannah e sua namorada Laura e ela sabe disso porque a convidaram para um ménage.

7. Jessica


Jessica está até que bem fiel ao livro, suas mudanças são bem poucas, mas marcantes. Para começar, ela mantém um namoro sério com Justin, sendo que no livro apenas ficou junto na fática festa. Isso é justificado quase no final da temporada, porém no começo é estranho ver a menina ter uma relação com aquele que permitiu seu estupro.

Ela também apresenta sequelas desse fato, se tornando imprudente e, em certo ponto, alcoólatra. Isso não chega a ser explorado no livro pela obra não focar no depois, apenas explicar o motivo de Hannah cometer suicídio.

8. Justin

Outro personagem que é pouco modificado, mas suas mudanças são pesadas. Além do que é mencionado acima, ele tem um lar bem tóxico na série, com uma mãe viciada em drogas que vive trocando de padastro, dos quais Justin não consegue se relacionar. Eles moram em um local horrível e estão constantemente sem dinheiro, com o garoto sempre sendo apoiado pelo rico amigo Bryce, o que justifica muitas atitudes dele na série.

Na cena do estupro, Justin já é namorado de Jessica e, diferente do livro, não permite que Bryce entre no quarto, mas não tem força o suficiente para lutar com ele e acaba desistindo.

9. Sheri

Lembram da Sheri no livro? Claro que não, pois não existia nenhuma Sheri lá! A personagem Sheri na série é na realidade a Jenny Kurtyz da obra de Jay Asher. Suas atitudes não mudam, mas ela tem uma participação muito maior, tendo um interesse amoroso em Clay.

10. Jeff

Outro personagem que não saiu da imaginação de Jay Asher foi Jeff, que existe apenas na série e como amigo de Clay. Ele era um garoto que Clay ajudava como tutor e também o menino da escola que acabou morrendo no acidente de carro.

11. Skye

Skye aparece muito pouco no livro, mas é uma personagem interessante porque mostra que Clay aprendeu a ler os sinais da depressão e termina o livro tentando se aproxima dela para ajudar.

Na série ela tem a mesma função, porém seu passado é modificado. Aqui ela era amiga de Clay na infância e depois se distanciaram, além de ler Tarô (em uma das varias cenas desnecessárias adicionadas à série) e é mais explícita, tendo várias marcas de cortes no pulso para mostrar sua depressão.

Veja mais sobre 13 Reasons Why

Quer comentar sobre as produções com pessoas que possuem o mesmo interesse? Entre no nosso grupo do facebook e comece a discussão!

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here