quarta-feira, 5, maio, 2021

COVID-19 e as balbúrdias na quarentena

Dedicado aos profissionais do SUS e da rede privada de saúde e aos professores, Balbúrdias na Quarentena é o retrato das dores e da realidade dos brasileiros durante o ano de 2020. 

Dividida em duas partes, a obra da escritora Luísa Nogueira discute a sustentabilidade e registra, nas entrelinhas, o descaso das lideranças em orientar a população sobre os riscos de aglomerações e outras medidas de segurança.

A primeira etapa da produção questiona as mudanças no estilo de vida das pessoas e o que é sustentabilidade. Já a parte número dois é um mensário da quarentena, com notícias sobre o desenvolvimento da vacina, o avanço do vírus pelo país e o mundo e as balbúrdias da autora durante os meses de confinamento.  

São textos escritos durante a dor do isolamento social, ora otimistas, ora tristes, ora desesperados diante de tantas mortes. 

“Não vou dizer que hoje, muitos, como eu, completam mais de seis meses na quarentena; não vou falar da esperança de todos nós na tal curva cair. Às vezes cai, vêm aglomerações, sobe mais uma vez; na espera de uma medicação, de uma vacina, de um compromisso maior do governo para com o povo; na esperança de o pesadelo ser somente uma noite de sono ruim.”
(Balbúrdias na Quarentena, pág. 98)

Além da crítica social e do relato no confinamento, Balbúrdias na Quarentena presenteia o leitor que, ainda diante o cenário pandêmico, se vê na necessidade de fazer uma mudança residencial. O relato de Luísa sobre o processo de mudança meio ao vírus é um verdadeiro manual para os preocupados em como agilizar o processo.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave