Adaptada do romance de Elena Ferrante, A Vida Mentirosa dos Adultos é a nova série italiana da Netflix, que traz os conflitos de uma adolescente descobrindo o mundo- e as mentiras que a vida adulta carrega.

A trama tem foco em Giovanna (Giordana Marengo), que está começando a conhecer o mundo conforme se prepara para sua vida como adolescente. Após ouvir um comentário de seu pai Andrea (Alessandro Preziosi) sobre ser feia e comparando-a com sua tia Vittoria (Valéria Golino), que é odiada pela família, ela fica levemente traumatizada e começa uma busca por conhecimento. Nessa aventura, onde conhece sua tia e outros lados de uma verdade que não conhecia, Giovanna apresenta os lados opostos de Nápoles, traçando um paralelo entre os lados privilégiados e pobres da cidade.

De maneira simples e rotineira, em uma narrativa que pode ser até mesmo considerada parada para muitos, Giovanna leva o espectador a entender a complicada transição da infância para a adolescência, mostrando os perigos e descobertas- inocentes, violentas ou sexuais-, dessa fase e principalmente: a mentira que existe na vida adulta.

Veja também: A Vida Mentirosa dos Adultos | Tudo sobre a nova série adaptada do romance de Elena Ferrante

Em uma atualização da história original, a série traz Giovana mais velha, uma adolescente formada e não uma criança de 12 anos como originalmente. Isso se mostra uma mudança importante, visto que as aventuras da protagonista são mais adultas, tendo espaço para tratar de violência e questões de amadurecimento sexual.

Por um lado, a protagonista se vê carregada para um mundo de farras sob influência dos amigos, aventuras que geralmente não dão certo. Por outro, ela é levada pela sua tia a sair do mundo superprotegido da elite que seus pais vivem e entender as nuances da vida. Enquanto isso, as facetas e diferenças sociais italianas, principalmente de Nápoles, são constamente exibidas em uma interessante crítica social.

Crítica | A Vida Mentirosa dos Adultos 1
A Vida Mentirosa dos Adultos/ Imagem: Netflix

A Vida Mentirosa dos Adultos possui uma trama intismista, mas muito profunda. Os dados e situações mostrados em tela funcionam muito bem para qualquer público, de qualquer região. É uma obra notável, com críticas e mensagens pontuais.

Entretanto, há uma escolha de narrativa não linear que destoa um pouco a obra. Em espaços muito curtos de acontecimentos, é usado um estilo de flashback para mostrar o que Giovanna realmente fez, geralmente em oposto ao que contou para alguém. Esse elemento parece mal encaixado, visto que troca a narrativa escolhida até o momento e se mostra uma solução estranha para algo que podia ser linear e ainda assim manter o ponto das histórias divergentes.

A Vida Mentirosa dos Adultos é mais uma produção profunda e interessante, com o toque de Ferrante que tanto agrada aos fãs. Investindo em críticas sociais pontuais e uma transição complicada da protagonista, que parece nunca sair de moda, é uma série para agradar até os gostos mais requintados e colocar muitas mentes para funcionar com os contrapontos apresentados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui