Dwayne “The Rock” Johnson, está de volta – pela terceira vez no ano -, com o filme de ação Arranha-Céu: Coragem Sem Limite. A produção, que é repleto de cenas vertiginosas, muitas explosões e cenas impossíveis de se acontecer (alguém liga?), é uma grande mistura de Duro de Matar e Inferno na Torre.

Arranha-Céu possui um roteiro redondo, onde cada palavra e objeto que aparece em cena será realmente utilizado no decorrer do longa, envolvendo o espectador e exigindo que o mesmo fique atento ao que está acontecendo, ou irá perder algum detalhe importante. Isto é algo até que raro em muitos filmes deste gênero, onde prevalece a correria e câmeras nervosas. O espectador se sente feliz ao fazer as ligações bem feitas no início da história e seus desfechos.

Arranha-Céu: Coragem Sem Limite | Imagem: Warner Bros.

A atuação das crianças, mesmo que pouca é simples e objetiva a história. Neve Campbell, pode estar mais envelhecida, mas quem percebe? A atriz que fez tanto sucesso com Party of Five (1990), mostra presença e tem cenas de ação e luta.

O filme é agradável e deverá ter uma boa bilheteria graças ao carisma de Dwayne Johnson, mesmo que Arranha-Céu seja apenas mais um filme do estilo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui