sexta-feira, 4, dezembro, 2020
Início Séries Críticas Crítica: Big Little Lies- 1ª Temporada

Crítica: Big Little Lies- 1ª Temporada

***Essa crítica é livre de spoilers***

Baseada no maravilhoso livro homônimo de Liane Moriarty (titulo brasileiro Pequenas Grandes Mentiras), Big Little Lies estreou com uma ótima aceitação na HBO. Trazendo uma trama intrigante, onde um assassinato misterioso acontece em um evento escolar, a minissérie desenvolve a trama pessoal das personagens enquanto desvenda o crime.

Crítica: Big Little Lies- 1ª Temporada 1
Big Little Lies
Imagem: HBO

A graça do roteiro de David E. Kelley são os segredos de cada personagem, ao longo da temporada as mentiras e omissões na vida de cada uma são apresentadas e acabam se interligando no desfecho. Indo muito além do assassinato, tanto na série quando o livros exploram as mulheres e suas diferentes vidas. É uma interessante reflexão sobre o quanto os pequenos detalhes podem afetar sua vida e dos que te rodeiam.

Veja também: Resenha Pequenas Grandes Mentiras, Big Little Lies: A série está fiel ao livro?

Jane (Shailene Woodley) é a mais misteriosa das três amigas, se mudou recentemente para a cidade e parece atrair problemas. Sua grande omissão é o pai de seu filho, do qual não sabe nem que o filho existe e o motivo é explorado no decorrer dos episódios. Celeste (Nicole Kidman) é a que possui o problema mais grave, para os conhecidos é muito bem casada com o lindo e atencioso Perry (Alexander Skarsgård), mas na realidade sofre violência doméstica. Por fim, Madeline (Reese Witherspoon) sofre problemas comuns no seu casamento, enquanto precisa lidar com a mudança de seu ex marido para sua cidade e a complicada relação com sua filha adolescente.

Crítica: Big Little Lies- 1ª Temporada 2
Big Little Lies Jane,Madeline e Celeste Imagem: HBO

Em Big Little Lies, os homens são meros coadjuvantes nas vidas das mulheres que de fato decidem todos os acontecimentos, seja com suas atitudes ou por aceitar ou não se submeter aos desejos deles. Mesmo com suas diferenças em relação à obra de Moriarty, o roteiro consegue transmitir o suspense acerca do assassinato e passado das personagens. Entretanto, o ritmo parece um pouco inconstante, começando lendo para se tornar mais apreensivo no decorrer dos acontecimentos e por fim, deixando o desfecho muito rápido, sem resolver algumas questões que mereciam ser expostas e excluindo informações importantes do romance original, que explicavam melhor as decisões de cada um.

O elenco, muito bem escolhido, não deixa absolutamente nada a desejar- inclusive a parte infantil. Todas as atuações são incríveis, assim como o entrosamento do time. Porém vale destacar, sem desmerecer o trabalho dos outros, a complicada e incrivelmente convincente atuação de Nicole Kidman, que ficou com o papel mais complexo.

Sua personagem, Celeste, não é apenas vítima de violência, ela ama seu marido e constantemente tenta se convencer de que não vive em um relacionamento abusivo, e sim de que o casal é igualmente violento na relação. Seu talento é colocado à prova nas cenas de violência, porém é em seu silêncio ou negações que mora a profundidade de sua atuação. Ao seu lado, Alexander Skarsgård entrega um personagem igualmente complicado sem demonstrar dificuldades. Perry não é um cara visivelmente violento, e sim alguém perdidamente apaixonado por sua mulher, que faz de tudo para agradá-la, mas seu medo de rejeição o faz perder o controle e essa bipolaridade é muito bem representada na atuação de Alexander.

Crítica: Big Little Lies- 1ª Temporada 3
Big Little Lies Celeste e Perry Imagem:HBO

Big Little Lies é uma produção de qualidade, com um visual maravilhoso e cenas estrategicamente bem colocadas e dirigidas, sem mencionar o enredo complexo e bem analisado. Mesmo deixando algumas questões com grande potencial sem serem exploradas, a série fecha muito bem essa trama, mantendo um suspense interessante e se aprofundando em problemas que não deveriam, mas são muito comuns nas vidas das mulheres.

Veja mais sobre Big Little Lies

 

Quer comentar sobre as produções com pessoas que possuem o mesmo interesse? Entre no nosso grupo do facebook e comece a discussão!

Nota do Thunder Wave
A série consegue manter a qualidade e explicar muito bem a trama e as subtramas apresentadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

6,970FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,355SeguidoresSeguir

Crítica | Dash&Lily

0
Dash & Lily é uma série encantadora e que através dos desafios feitos pelo caderno nos traz uma reflexão sobre enfrentar os nossos próprios medos e a sair da nossa bolha. O mundo pode ser um lugar incrível quando nos abrimos pra ele.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave