Assim como sua música, Freddie Mercury foi único. Sua vida era composta por momentos de altos e baixos, mas sempre em melodia.

Bohemian Rhapsody representa de maneira magistral a vida de um dos maiores ícones do século XX. Não há outra música que possa representar tão bem quem foi Freddie Mercury.

Interpretado por Rami Malek, existem horas que o ator ultrapassa os limites e não dá para o diferenciar do cantor, tamanha performance e entrega.

Bohemian Rhapsody | Imagem Fox Films

Os outros atores também estão formidáveis interpretando Brian May, Roger Taylor e John Deacon. Os maneirismos, a maneira de falar, o olhar e como se portam no palco.

Além de mostrar toda a trajetória de Freddie, o filme ainda apresenta curiosidades e bastidores da criação de alguns de seus sucessos.

O longa tem seus baixos, que é justamente quando Freddie se separa da banda. E dá para entender isso muito bem. Não é a biografia que fica ruim, mas sim perceber que não existe Freedie Mercury sem o Queen e vice versa.

Bohemian Rhapsody | Imagem Fox Films

E se acha que a história acaba por aí, está enganado. Músicas como Who Want´s to Live Forever, tema do filme Highlander, ganha uma nova conotação, ao entender o sentido da canção com os acontecimentos da época na vida do cantor e seu drama ao descobrir que tinha AIDS.

Os esforços e o respeito que o Queen sempre teve por seus fãs, ao criar a batida de We Will Rock You, para que os mesmos pudessem participar do show e não serem apenas espectadores. Uma hora e meia é pouco para mostrar a trajetória desta banda e de suas músicas.

Bohemian Rhapsody vale a pena ser visto e revisto, colocar para tocar seus maiores hitz e cantar com todo o coração!

E que subam as cortinas! Até a próxima!!

Resumo
Nota do Thunder Wave

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui