quarta-feira, 23, setembro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica | Cadê Você, Bernadette?

Crítica | Cadê Você, Bernadette?

Quem nunca pensou em ligar o modo avião e sumir do mapa?

Cate Blanchett, que interpreta a famosa arquiteta Bernadette Fox no filme  Cadê Você, Bernadette?, nos apresenta uma personagem com uma personalidade difícil e que apenas uma pessoa entende: Bee, sua filha que tem uma árdua missão no decorrer da trama. 

O longa conta a história de Bernadette Fox, uma mulher brilhante, uma mãe amorosa, mas com temperamento difícil de lidar. As vizinhas a detestam e é considerada como anti-social e por incrível que pareça, Bernadette não faz nada para mudar essa impressão. Ela é casada com Elgin (Billy Crudup), um gênio da informática e ídolo dos nerds, mas é um marido e pai ausente. No desenrolar da trama vemos a relação de Bernadette com as outras pessoas e percebemos que existem duas Bernadettes. A primeira era jovem, feliz, criativa e bem sociável. É possível vermos durantes uns flashsbacks e durante uma matéria, uma espécie de documentário sobre uma construção que a arquiteta havia projetado e que levou um fim terrível. E a segunda, uma mulher irônica, ainda brilhante, insociável e podemos perceber que ela tem dificuldades em se abrir com as pessoas.

Algo muito marcante é a alta confiabilidade dela ao assistente virtual. Se ela precisa de roupas ou remédios ela solicita que o assistente providencie e de preferência que seja entregue em casa. Ate ai, tudo bem. Nós fazemos isso quando compramos online no Mercado Livre ou na Riachuelo. Mas, a relação dela com a “Manjula” é de confidente. Ela conversa com o assistente virtual como se fosse um diário ou uma amiga muito próxima. Estranho, né?! Não. Nós fazemos isso também. Muitas das vezes estamos tão conectados com a tecnologia e esquecemos-nos de dar atenção para quem realmente está do nosso lado.

Where’d You Go, Bernadette
Elgin, Bee e Bernadette / Imagem Filmes

O problema começa quando Bee pede como presente, por ter concluído seus estudos com notas máximas em todas as matérias, uma viagem para Antártida. Para Bernadette que já está cansada de tudo e todos e a beira de um ataque de nervos, essa viagem é a gota d’água. A poucos dias da viagem, Bernadette desaparece sem deixar pistas nem rastros. Bee, que a considera melhor mãe do mundo, não medirá esforços para encontrar a mãe e para que isso aconteça, ela precisará descobrir quem é essa mulher que ela achava conhecer. É linda a ligação delas. Mas é ruim o fato de não conseguir se comunicar, de se abrir. O mais curioso é pra quem Bernadette pede ajuda. E sim, temos a real sensação de sentir o que a personagem sente. É um longa que toca de certa forma a nossa alma.

Cadê Você, Bernadette? é bem roteirizado e com uma trilha sonora incrível. Quem nunca sentiu vontade de ligar o modo avião e sumir do mapa? A partir desse filme, começamos a prestar atenção em coisas que antes não percebíamos como fobias de lugares cheios de pessoas ou a relação afetiva conturbada entre casais ou até mesmo com outras pessoas, como a vizinha insuportável que por trás do riso, também esconde suas tristezas internas. E com o filme percebemos isso.

Nota do Thunder Wave
É um filme interessante e que além de nos divertir, levanta questões muito importantes em relação às pessoas e a tecnologia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,010FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,362SeguidoresSeguir

Resenha | Com amor, Simon

0
Com amor, Simon é uma história de amor adolescente que aquece qualquer coração e nos faz torcer para que eles fiquem juntos e que consigam superar todos os conflitos, dificuldades e julgamentos que essa nova realidade lhes reserva... todo amor é válido.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave