segunda-feira, 27, setembro, 2021

Crítica | Caminhos da Memória

Longa parece uma versão mais romântica de "A Origem" e , por isso, peca na sua condução

As produções da  Warner Bros estão a todo vapor. A próxima estreia da produtora é o longa Caminhos da Memória, estrelado por Hugh Jackman e Rebecca Ferguson. O filme é escrito e liderado por Lisa Joy (cocriadora e produtora da série Westworld) e inicialmente a obra teria sido vendida/ anunciada como um thriller de ficção científica. No entanto, o resultado é outro: é um filme de romance dramático que é muito bem produzido, conta com um elenco de peso, mas não traz nada de tão grandioso que o faça ser destaque em meio a longas como ‘Free Guy’, ‘O Esquadrão Suicida’ e ‘O Poderoso Chefinho 2’, ainda mais num cenário de pandemia e dinheiro curto.

Você vai embarcar numa jornada. Uma jornada pela memória. – Nick Bannister

A premissa do longa é simples e a ideia que se diz “original”, aqui não é tão original assim e já vimos essa receita em outros longas como A Origem. No longa de Lisa Joy, somos apresentados a uma máquina que oferece às pessoas a possibilidade de reviver momentos que aconteceram no passado e percebemos que o foco da trama é o apego ao passado, daquilo que não queremos perder e da importância de viver o momento. O longa tem uma pegada meio pós apocalíptica, pois a trama se passa em uma cidade de Miami completamente debaixo d’água devido às consequências do aquecimento global, se configurando num cenário distópico e a estética se mostra adepta de produções neo-noir. Além da pegada futurista que remete a longas como Blade Runner. O mais intrigante é que o longa não se preocupa em explicar o que de fato aconteceu e isso fica às custas da estética, do cenário e pelo o que os personagens falam e sentimos falta de uma contextualização, por mais breve que seja.

Hugh Jackman precisa resolver um mistério no trailer de Caminhos da Memória  - NerdBunker
Com uma pegada futurista e noir, o longa se sai muito bem na sua estética/  Warner Bros./Divulgação

Embora não seja uma história original como foi vendida, o longa não está ruim. O ponto de atenção aqui é ter resumido a produção a um mocinho que seria capaz de qualquer coisa pela mocinha e o longa parece quase uma cópia do longa de Christopher Nolan, pois muitas são as semelhanças como um equipamento que dá a chance de viajar pela mente ou uma bela mulher que se torna o fantasma do mocinho ou um relacionamento tóxico entre pai e filho, além de muitas outras “coincidências”… faz com que o longa perca um pouco da sua personalidade e atrapalhou o potencial que o longa poderia ter tido. Porém, o pano de fundo da história cumpre bem o seu papel.

O elenco é de peso, porém, as atuações dividem opiniões. O talentoso Hugh Jackman interpreta Nick Bannister, um ex-militar que agora atua como cientista e detetive das mentes e é ele que opera o dispositivo que dá a chance de reviver o passado. Ele se apaixona de forma intensa pela misteriosa Mae, personagem de Rebecca Ferguson, que some sem dar explicações. Como um viciado em drogas, Nick fica revisitando as memórias, as lembranças que teve com a sua paixonite ruiva para tentar compreender o que aconteceu. Aqui, Jackman consegue transmitir verdade na sua interpretação, emocionando e ele faz com que o espectador se conecte com a dor dele. Mesmo aos 52 anos, após estar aposentado de seu personagem mais famoso, Wolverine/Logan, ele se mostra muito bem nas cenas de ação e luta corporal. Fora o charme que ele tem que encanta também e com o desaparecimento da coprotagonista, ele começa a buscar incessantemente pela amada.

Trailer de "Caminhos da Memória", de Hugh Jackman, é liberado CineBuzz
Nick é um viciado e tenta de forma incansável entender o que aconteceu com Mae /Warner Bros./Divulgação

Rebecca Ferguson, por sua vez, não tem uma personagem tão desenvolvida assim. Ela entrega uma atuação cheia de charme e sensualidade, mas não convence sobre o real motivo de uma cantora de boate, viciada, fazer o que faz. Mesmo ela tendo uma química com Jackman que já vimos em O Rei do Show – com um romance construído rapidamente, porém, sem ser exagerado, nada de “eu te amo” pra cá e pra lá – ela não teve o seu papel tão destacado como deveria ser. Mas em compensação, a atuação e todo destaque vai para a maravilhosa Thandiwe Newton, que como coadjuvante é mais interessante, pois ela tem o seu arco bem desenvolvido, ela carrega um drama em meio a toda capa dura que ela mostra ter e se mostra sábia, corajosa… sempre com um timing perfeito em cena.

essa sua máquina…até onde você pode chegar… antes que a ilusão seja quebrada? – Mae

Apesar de ir longe da ambição de ser um sci-fi thriller, dando foco nas memórias revividas e andando de mãos dadas com o romance dramático, a dupla de protagonistas conseguem nos impactar com a química e promover uma reflexão sobre a ideia proposta no longa. Outro ponto que merece muita atenção é o trabalho de fotografia e de trilha sonora que estão muito bons e se completam numa perfeita harmonia muito bem equilibrada.  Os efeitos especiais muito bem introduzidos, a paleta de cores não destoa muito do proposto, se mostra alegre nas cenas felizes e nos momentos tristes vemos cores mais frias e puxadas para o preto, azul escuro com pouca iluminação. Em tela o trabalho é maravilhoso. 

Nova imagem de Caminhos da Memória, de Lisa Joy, apresenta detalhes da  produção - Teoria Geek
Jackman e Ferguson tem uma boa química em ‘Caminhos da Memória’ / Warner Bros./Divulgação

Caminhos da Memória tem lançamento previsto para o dia 19 agosto de 2021. O elenco conta também com Cliff Curtis (Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw), Marina de Tavira (Roma), Daniel Wu (Into the Badlands), Mojean Aria (Dead Lucky), Brett Cullen (Coringa), Natalie Martinez (The Stand), Angela Sarafyan (Westworld) e Nico Parker (Dumbo).

Nota do Thunder Wave
Mesmo errando ao seguir numa cópia “Nolan”, ‘Caminhos da Memória’, é um longa muito bem produzido e consegue equilibrar bem efeitos especiais com cenários naturais, a fotografia e a trilha sonora estão perfeitas e as atuações são boas. A trama é interessante, vale o entretenimento, mas não espere muito, pois não entrega mais do mesmo.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,960SeguidoresSeguir
4,241SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave