sexta-feira, 27, novembro, 2020
Início Séries Críticas Crítica | Fuller House- 5ª Temporada

Crítica | Fuller House- 5ª Temporada

Full House, conhecido no Brasil como Três é Demais, foi um enorme sucesso, os Tunners se tornaram parte de diversos lares. Com a trama cheia de situações familiares, a série de 1987 é até hoje uma das mais aclamadas, e devido a esse enorme apelo, recebeu uma continuação produzida pela Netflix e Warner.

Fuller House teve sua primeira temporada lançada em 2016 e agora chegou ao seu fim. A segunda parte da 5ª e última temporada da série chegou ao serviço de streaming no dia 02 de junho, e 25 anos depois da original, temos que nos despedir novamente dos Tunners.

A última temporada segue a fórmula apresentada nas temporadas anteriores: Uma série para toda a família com as protagonistas DJ (Candace Cameron), Stephanie (Jodie Sweetin) e Kimmy (Andrea Barber) passando por problemas com a família que as remetem ao passado e problemas e situações parecidas na infância.

Diferente de sua antecessora, Fuller House mantém até o final o clima mais família, deixando de lado algumas piadas de duplo sentido mais adultas, e isso faz com que a série seja agradável para todas as idades.

A arte final serve para dar um rumo aos personagens mostrando o desfecho de cada um, porém deixa de dar profundidade para alguns. A produção acaba focando de maneira demasiada nas protagonistas, e seus filhos acabam não tendo tanto destaque quanto elas tiveram no passado.

Alguns episódios do final acabam basicamente ignorando alguns personagens que chegaram a ter um certo destaque na série, porém o final serve como uma grande celebração, trazendo de volta alguns personagens secundários que passaram pelas temporadas, mesmo que em pequenas pontas. Alguns problemas são justificados por fatores externos, como a ausência da Becky (Lori Loughlin), que recentemente esteve envolvida em um escândalo de compra de vaga em uma universidade norte americana.

O fato de ser a última temporada, com o final da série é um ponto de incoerência, pois acaba perdendo parte do sentido do peso dramático das decisões apresentadas pelos personagens no decorrer da trama.

No mais, esse ano serve para encerrar o ciclo dos Tunners de maneira emotiva, sendo o “felizes para sempre” das protagonistas, e do primeiro ao último episódio é importante manter os lenços de papel por perto, pois cada episódio apresenta uma forte situação emocional, e para quem está ligado aos personagens a mais de 30 anos, é difícil não se emocionar com esse encerramento.

Nota do Thunder Wave
Mesmo com algumas ressalvas, a temporada encerra de maneira emocionante o ciclo iniciado em Full House.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

6,971FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,355SeguidoresSeguir

Gameplay de Cyberpunk 2077 para Xbox Series X/S é revelado

0
A CD PROJEKT RED lançou hoje o vídeo de gameplay rodando Cyberpunk 2077 no Xbox One X e no Xbox Series X.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave