sábado, 23, outubro, 2021

Crítica | Hebe A Estrela do Brasil

Hebe Camargo! A dama da televisão brasileira e sem dúvida alguma, até hoje, 7 anos após sua morte, ainda é o principal nome feminino de um estilo que praticamente criou.

Sua irreverência, o sorriso, frases de efeito e audácia, foram motivos de várias lutas contra a censura na época e também brigas internas nos bastidores das emissoras em que trabalhou.

O filme trata justamente desta parte, da transição que o país passava da ditadura para a democracia. Eram anos conturbados onde ninguém sabia ao certo como lidar com aquilo tudo. Principalmente na TV.

E Hebe aparece para dar o tom de como o Brasil deveria ser, sem lados – como bem colocado também no filme Legalidade -, onde todos são brasileiros. E cidadãos com muitos problemas.

Através da narrativa, vemos a transição da apresentadora junto com da nação. Ela não modifica apenas o seu programa para impactar, mas impacta cada pessoa que vê o seu programa, quando aborda temas como a AIDS, que naquele tempo era renegada como assunto pelo Governo Federal, como as pessoas tratavam com desdém artistas entre outros os chamando de “Gay”, com uma maneira irônica, esnobe e cheia de preconceitos.

Crítica | Hebe A Estrela do Brasil 1
O filme traz debates como a transexualidade, mas não possui a audácia da apresentadora em fazer o espectador entender mais sobre o assunto.

Só que infelizmente, o filme não possui esta audácia em tratar mais a fundo os problemas sociais da época, que ainda hoje são tão presentes, preferindo apenas abordar de forma superficial estes assuntos e mostrando apenas os programas da apresentadora.

Isto não é de todo ruim, pois a caracterização e o modo como o diretor apresenta de modo sutil e mostrando apenas detalhes físicos de cada um, é emocionante. E emocionante é a vida que a atriz Andrea Beltrão mostrou na tela.

Crítica | Hebe A Estrela do Brasil 2
Andrea Beltrão ao lado de Daniel Boaventura, que interpreta Silvio Santos.

Ela mergulha na Hebe, ou seja, ela é Hebe.

Hebe A Estrela do Brasil é um filme que aparece em bom tempo, para manter acesa a lembrança e o trabalho de artistas que fizeram a televisão brasileira, mas que infelizmente não mostra um pouco mais da juventude de Hebe, de como ela cresceu, lutou contra o preconceito, violência doméstica, entre outros assuntos para se tornar A Estrela do Brasil.

O filme leva 3 de 5 vidas!

E que subam as cortinas! Até a próxima!

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,959SeguidoresSeguir
4,238SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave