Crítica | Homem-Aranha: Através do Aranhaverso

O retorno de Miles Morales (Shameik Moore) com Homem-Aranha: Através do Aranhaverso causou muito borburinho na internet mesmo antes da sua estreia. A produção vem acompanhada de um grande investimento da equipe de marketing com a parceria com o Burguer King, com um combo especial do Aranhaverso, brinquedos exclusivos e copos personalizados do filme e uma loja temática toda pensada e dedicada ao universo do Homem-Aranha.

Saiba mais: Burger King é invadido pelo Aranhaverso em nova loja temática

Em Através do Aranhaverso, Miles precisará enfrentar mais que os problemas comuns da adolescência quando um vilão se torna poderoso demais e ameaça todo o equilíbrio do Aranhaverso. Enquanto ele lida com seus problemas e a solidão de um lado, do outro Gwen (Hailee Steinfeld) enfrenta seus próprios desafios com o pai e toda a culpa que sente em silêncio.

Crítica | Homem-Aranha: Através do Aranhaverso 1
Imagem: Divulgação | Sony Pictures

O ritmo parece um pouco lento no começo, mas não demora muito para pegar um bom andamento que se mantém. O clima também é bem trabalhado e passa por nuances que conseguem balancear o humor sem que pareça forçado, enquanto explora mais sobre o passado e motivações de cada um dos personagens. Para os fãs do Homem-Aranha, Tobey Maguire, Andrew Garfield e Tom Holland tem aparições momentâneas que ajudam a compor todo esse universo do grande “amigo da vizinhança” e agradar todas as gerações.

Os detalhes fazem a diferença nesse novo filme do Homem-Aranha, que tem uma qualidade excepcional. Cada versão do Homem-Aranha tem um detalhe particular para diferenciar dos outros, desde os mais diferentes designs, etnias, espécies, as cores e os traços utilizados. Alguns se destacam pela sua importância durante o filme, outras por mostrarem características marcantes como as versões Punk (Daniel Kaluuya) e indiano (Shubman Gill), e algumas totalmente inesperadas serão vistas em Através do Aranhaverso. Ver tantas versões diferentes do Homem-Aranha é uma experiência diferente de Homem-Aranha no Aranhaverso, colocando momentos canônicos e cômicos que encaixam perfeitamente.

Spot (Jason Schwartzman) é a ameaça que dessa vez irá balançar o Aranhaverso de uma maneira que Miles não poderia esperar da primeira vez que o enfrenta. Nada é tão simples, e Miles irá perceber que as coisas são muito mais complicadas do que parecem ser. O líder da organização dos ‘Aranhas’, Miguel O’Hara (Oscar Isaac) será o responsável por tentar segurar e manter a ordem no Aranhaverso, mesmo que isso possa custar um preço muito alto.

Crítica | Homem-Aranha: Através do Aranhaverso 2
Imagem: Distribuição | Sony Pictures

A escolha entre manter as coisas como deveriam ser e tentar arriscar uma mudança perigosa é um dos grandes tabus que abalam a estrutura complicada e harmônica que interliga todos as versões do Homem-Aranha. Eventos canônicos que todos compartilham e que os levam a ser quem são, cada um a sua maneira enfrentam os mesmos desafios, dores e amores. É uma grande teia que forma um ninho entre eles, entrelaçados e estáveis, mas que podem sofrer se núcleos diferentes apresentarem grandes perturbações. Miguel entende por ter vivido uma dessas mudanças e ver o que elas resultam e é por isso que tenta impedir a todo custo que esses fios sejam desfeitos.

Homem-Aranha: Através do Aranhaverso não tem nenhuma cena pós crédito. Ter uma cena adicional não faria sentido para esse filme, que tem um final que é inesperado e que pode causar os mais diversos sentimentos nos fãs. A versão brasileira conta com Cadu Paschoal como Miles, Luiza Cesar como Gwen, Philippe Maia como Miguel O’Hara e participações especiais como a de Load Comics como o Homem Aranha Australiano.

A estreia ocorre em 01 de junho, em todos os cinemas!

Burguer King e Sony Pictures

Tivemos a oportunidade de assistir Homem-Aranha: Através do Aranhaverso por convite do Burguer King e da Sony Pictures em um evento exclusivo. Além de ter acesso ao filme antes da estreia oficial, após a sessão, aproveitamos para comer o incrível combo do Aranhaverso no Burguer King.

Crítica | Homem-Aranha: Através do Aranhaverso 3
Imagem: Izanami | Thunder Wave

Após ver o filme, a caracterização da loja na Av. Paulista fica ainda mais interessante. Os detalhes que tiveram para cada andar realmente dá a sensação de estar adentrando uma parte do Aranhaverso. Não perca essa oportunidade para comer esse combo que vai estar disponível por tempo limitado, visitar a loja e fazer fotos para mostrar o seu lado aranha!

Nota do Thunder Wave
Homem-Aranha: Através do Aranhaverso tem a capacidade de empolgar os mais diferentes fãs, bem produzido e com detalhes incríveis, Através do Aranhaverso mostra que a Sony acertou mais uma vez com a continuação da saga de Miles Morales.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,825FãsCurtir
2,998SeguidoresSeguir
4,049SeguidoresSeguir

Receba as novidades

Fique por dentro de todas as novidades do site em primeira mão!

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Stage

Tudo sobre roteiro
Homem-Aranha: Através do Aranhaverso tem a capacidade de empolgar os mais diferentes fãs, bem produzido e com detalhes incríveis, Através do Aranhaverso mostra que a Sony acertou mais uma vez com a continuação da saga de Miles Morales. Crítica | Homem-Aranha: Através do Aranhaverso
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave