domingo, 3, julho, 2022

Crítica | Jurassic World: Domínio

Jurassic World: Domínio, terceiro filme da franquia Jurassic World, resgata Laura Dern no papel de Dr. Ellie Sattler e Sam Neill como o Dr. Alan Grant de volta para as telas. Fechando o arco da série Jurassic World, Domínio promete uma história emocionante e momentos para os fãs de longa data da série Jurassic Park.

Crítica | Jurassic World: Domínio 1
o Jurassic World: Domínio | Distribuição | Universal Pictures

Apesar de toda a expectativa criada para esse filme, o que ele entrega é bem diferente. Sem grandes emoções e apostando no usual, Domínio não empolga e se mantém na mesma energia o tempo todo. Não há pontos altos e nem grandes conflitos. O conflito principal é resolvido sem grandes problemas ou reviravoltas. As atuações acompanham o ritmo do longa e não tem nada impressionante. O casal Owen (Chris Pratt) e Claire (Bryce Dallas Howard) entregam pouca química, fica o sentimento de que estão juntos por não terem outro motivo e ser o certo a se fazer. O mesmo acontece com Ellie e Alan, enquanto a presença dos dois é um grande tributo para os fãs, seus personagens ficam apagados como se não tivessem importância real.

Outros personagens que chegam nesse filme, como Ramsay Cole (Mamoudou Athie) não possui uma motivação clara, embora seja importante para o desenvolvimento da trama. Ian Malcom (Jeff Goldblum) também não é bem aproveitado, apesar de ajudar Ellie, seu papel se resume a tentar se salvar enquanto fogem.

Crítica | Jurassic World: Domínio 2
Jurassic World: Domínio | Distribuição | Universal Pictures

Os dinossauros também ficam em segundo plano, com efeitos especiais que remetem ao clássico Jurassic Park de 1993, não parecem que evoluíram desde então. Principalmente em cenas com pouca luz, não houve esse apreço aos detalhes. Apesar de não ser generalizado, há alguns dinossauros bem trabalhados, mas não são a maioria. A luta entre dois dos maiores dinossauros carnívoros prometia ser uma sequência emocionante e de tirar o fôlego, mas é curta e com pouca emoção.

Apesar de todos os problemas, é um filme que agrada os fãs da franquia. Com resolução de conflitos antigos e os personagens tendo um desfecho apropriado, contém diversas referências aos filmes anteriores, algumas bem evidentes e outras mais sutis. A menção ao logo clássico é muito perceptível e impossível de deixar passar.

Jurassic World: Domínio estreia dia 02 de Junho nos cinemas brasileiros, distribuído pela Universal Pictures.

Nota do Thunder Wave
Jurassic World: Domínio promete um filme com grandes emoções, mas entrega uma história pouco empolgante e sem grandes momentos.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,825FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
4,220SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
Crítica | Jurassic World: DomínioJurassic World: Domínio promete um filme com grandes emoções, mas entrega uma história pouco empolgante e sem grandes momentos.
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave