Filmes biográficos costumam engrandecer seus personagens títulos e deixar de lado todo o seu trabalho.

Não é difícil que estes longas se percam ao tentar mostrar o que ele fez de importante de tanto que o filme é focado no personagem, transformando a biografia em algo para fãs e se transformando em saudosismo. Mesmo que seja sobre uma pessoa do passado longínquo.

E Kardec: O Filme, assim como Nosso Lar, consegue passar de maneira objetiva quem foi Allan Kardec.

Mostrando seu lado educador e cientista até um dos nomes mais lembrados da história, a biografia descreve a jornada de alguém que não conhecemos.

É sabido que foi ele quem escreveu diversas obras como O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns e tantos outros, mas o que a maioria desconhece é época em que viveu e os problemas que ele teve que travar com a sociedade, tanto científica quanto religiosa.

Foram problemas graves em anos conturbados na França pós revolução, com uma Igreja Católica tentando o controle novamente no país e pensadores que não aceitavam ideias de móveis que se mexiam ou pessoas que falavam com seres de outras dimensões, pois isto era retrógrado e de um tempo medieval/religioso que não queriam de volta.

O filme mostra todas as consequências que seu trabalho científico trouxe em sua vida e naqueles que estavam ao seu lado. Não foi algo fácil e cheio de heroísmos.

Foi como é a vida, cheia de dúvidas, perdas e quase sempre sem vitórias.

E por que um homem como Kardec é tão importante, então? É isso o que esta obra biográfica passa. E com um ótimo elenco, tanto nos papéis principais como em seu apoio.

A fotografia e trajes de época são perfeitos. O trabalho do figurino foi bem executado, assim como os problemas sociais da França governada por Napoleão.

Kardec: O Filme é um longa para todos os públicos, sejam eles espíritas ou não, por saber criticar a sociedade da época e ainda nos mostrar o quanto falta evoluirmos em nossos pensamentos, principalmente em aceitar o diferente.

Resumo
Nota do Thunder Wave

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui