Lançada pelo Freevee, Primo é uma comédia criada por Shea Serrano no estilo semi- autobiografico, contando sua criação em San Antonio, Texa. Uma interessante obra que mostra muito da cultura latina sem perder o devido tom de comédia, é uma produção divertida com um grande conteúdo representativo.

Com co-produção executiva de Mike Schur, que está por trás de projetos como The Office, Parks and Recreation e The Good Place, a trama segue Rafa (Ignacio Diaz-Silverio), um adolescente que equilibra aspirações universitárias, expectativas sociais e uma vida doméstica agitada ancorada por sua mãe solteira Drea (Christina Vidal) e nada menos do que cinco tios bem encrenqueiros.

De maneira bem simples, Primo mostra de maneira cômica a dificuldade de uma mãe que cria não apenas o filho adolescente, mas também os irmãos, desde sua infância. Entre as atrapalhadas e ajudas do quinteto, a série representa uma família diferente e unida, que de sua maneira agitada é totalmente funcional.

A parte engraçada fica por conta dos tios, que são totalmente distintos e vivem brigando entre si, de maneira quase infantil. Ryan (Carlos Santos) trabalha em banco e se orgulha por ser o único com diploma- na realidade, certificação, como é constantemente lembrado. Mike (Henri Esteve) é militar e leva sua paixão pela profissão para a vida, sua maneira de vestir e de agir diáriamente. Rollie (Johnny Rey Diaz) é o mais maloqueiro da turma, que sempre arranja alguma briga e constantemente vai preso. Jay (Jonathan Medina) trabalha com construções e parece sempre descofiado de tudo. Por fim, Mondo (Efrain Villa) possui uma visão naturalista e zen da vida. Juntos eles ajudam – ou atrapalham- a criação de Rafa e constantemente dão conselhos amorosos confusos para que ele conquiste Mya (Stakiah Lynn Washington), garota nova na escola que é a paixão dele.

Primo/ Imagem: Freevee

Chega a ser interessante tentar desvendar ao longo da temporada o que é real e o que é ficional nos acontecimentos da trama. Certamente os perfis de cada personagem são baseados nos reais parentes de Serrano, e claramente todas as citações da cultura latina. Entretanto, há momentos cheio de absurdos cômicos que colocam em dúvida se realmente aconteceram ou são apenas estratégias narrativas.

Primo é uma série que diverte na tela, fazendo também seu serviço social. Além de enaltecer o papel feminino responsável através de Drea, é lotado de representativade latina feminina dentro e fora das telas. A equipe de produção e roteiro conta com uma mulher latina em função importante em todo episódio, incluindo atrizes famosas na direção.

Veja também: Citadel | Tudo sobre a grande aposta de espionagem da Amazon Prime Video

A trama escolhe colocar dias comuns na vida de Rafa, indicados que são baseados em experiências de Serrano por conter as datas no início da cada episódio. Com isso fica fácil se identificar com vários acontecimentos da vida adolescente, principalmente para aqueles que possuem famílias nada convencionais.

Primo/Imagem: Freevee

Simples e certeira, Primo é uma produção que diverte sem perder a representatividade. Trazendo oportunidades e destaque para uma cultura que cada vez mais ganha espaço no audiovisual, é uma série quase despretenciosa que agrada enquanto enaltece, de maneira natural, as mulheres latinas guerreiras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui