quarta-feira, 4, agosto, 2021
InícioFilmesCríticasCrítica | Respiro

Crítica | Respiro

Buscar ter um fôlego no meio de tanta pressão é difícil e Grazia tenta com todas as suas forças encontrar o seu espaço para poder se expressar, em meio a sua família e sob os olhares atentos de todos os moradores da ilha. Sua rebeldia incomoda muito os outros moradores, que chegam até mesmo a recomendar que ela seja internada em uma clínica médica. Junto a isso, ter um de seus cachorros morto pelo próprio marido, fazem com que ela decida sair de casa, fugir para escapar do destino que querem forçar a ela.

Crítica | Respiro 1
Respiro | Divulgação

Seu filho mais velho é quem dá suporte e coloca Grazia em uma caverna, levando alimentos e visitando-a regularmente. É dele a ideia de fingir que ela se afogou no mar, o que causa uma comoção na ilha toda, que posteriormente a encontram nadando no mar e acreditam que um milagre aconteceu.

Apesar do filme seguir uma linha simples de narrativa aborda temas como a saúde mental, a liberdade e o individualismo através da personagem principal que também é a força motora para todos os acontecimentos daquele lugar. O incômodo que causa é similar à quando uma sociedade se demonstra aversa às mudanças, resistente ao que foge do padrão a que estão acostumados.

Pietro é o inverso, quem coloca as restrições e assim como ele, os dois filhos repetem esse padrão de comportamento com a irmã que está iniciando um relacionamento. Desde crianças são incentivados a terem esse hábito de estarem sempre buscando encaixar todos os moradores em papéis padrões.

Com cenas belas do mediterrâneo e um ambiente que contrasta o paradisíaco com as condições humilde de vida dos moradores, Respiro também traz uma trilha sonora que se encaixa perfeitamente com os momentos dos personagens, o que ajuda a criar o ambiente que o filme deseja transmitir, muitas vezes melancólico, mas também ansioso como que em busca por algo, por essa vontade de respirar, de encontrar o que te mantém viva.

Crítica | Respiro 2
Respiro | Divulgação

O que te motiva a respirar? O que te liberta e o que te prende? São questionamento que irão ficar após assistir esse longa de 2002, dirigido por Emanuele Crialese e que foi o vencedor do Grande Prêmio da Semana da Crítica no Festival de Cannes 2002. O longa ainda conseguiu outras indicações a diversas premiações europeias, com destaque para a interpretação de Valeria Golino no papel de Grazia.

Respiro estará disponível exclusivamente no Belas Artes a la Carte a partir de 1.º de abril.

Nota do Thunder Wave
O drama italiano Respiro conta com uma narrativa simples, mas que se aprofunda em diversos temas como saúde mental, individualidade e liberdade. Grazia é uma mulher que não se encaixa nos padrões da ilha em que mora com a família e sofre para tentar ser apenas ela mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Nerd Social

Resenha | Livre – Cinquenta tons de liberdade pelos olhos de...

0
Reviva a sensualidade, o romance e o drama de Cinquenta tons de liberdade ― a história de amor que cativou milhões de leitores em todo o mundo ― a partir dos pensamentos, reflexões e sonhos de Christian Grey.

Siga nossas redes sociais

6,914FãsCurtir
2,953SeguidoresSeguir
4,250SeguidoresSeguir

O Senhor dos Anéis | Série Original Amazon tem data de...

0
A aguardada produção estreará exclusivamente no Prime Video em mais de 240 territórios e países

Falando de Roteiro

Thunder FIC´s | Fábrica de Ideias Cinemáticas é mais do que...

0
A FIC´s consegue juntar todos os mini cursos em um único, aprofundando não apenas a sua escrita, criatividade e profissionalismo, mas também o trabalho do roteirista como um formador de opinião.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
Crítica | Respiro 14

Um adeus a Merlin

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave