Chegamos na era de assistir as biografias de nossos artistas e heróis da infância.

Depois de Bohemian Rhapsody, com a interpretação incrível de Rami Malek, passando ligeiramente e com atitude por The Dirt, agora é a vez de Rocketman, um longa metragem sobre vida de Elton John.

Este filme biográfico, diferente de Bohemian, é mais forte e sem medo. Não que a história de Freddie Mercury não tenha sido boa. Foi estupenda, mas parece ter faltado um algo a mais.

Rocketman é corajoso e contou com a produção do próprio Elton. Ela segue uma cronologia bem contada e como não poderia faltar, boa parte de seus sucessos nesta jornada com interpretações incríveis dos atores.

Rocketman | Imagem: Paramount Pictures

O longa não focou apenas na sua trajetória de sucesso, mas também na realidade da vida de um rock star, com solidão, drogas e vícios. É uma ótima reflexão sobre o preço de ser um astro da música conhecido mundialmente, e como é fácil se perder no caminho, deixando o melhor de si para trás.

Interessante para os fãs do cantor, assim como da música em geral, é perceber que os números musicais sempre extravagantes explicam os sentidos de suas canções. E suas 21 músicas estão ali, para deleite dos fãs.

Taron Egerton interpreta muito bem Elton John, pois além de cantar, o ator dá vida em microssegundos de um idiota ao talentoso cantor.

Rocketman é uma autobiografia extravagante de um cantor que levou sua vida em todas as cores, transformando as demais em preto e branco. Um filme ousado para pessoas que precisam de um pouco mais em suas vidas, em como voar para horizontes mais longes e principalmente em como saber a pousar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui