domingo, 5, dezembro, 2021

Crítica | Surto

Surto é um filme que vai além de mostrar uma pessoa com um dia de fúria, mostrando o quanto nós estamos próximos de perder nossa sanidade.

Aqui um filme diferente dos que estão chegando nas plataformas neste mês de novembro. Surto (Surge), protagonizado por Ben Whishaw (o novo Q de 007) dos mesmos produtores de A Bruxa, acompanha a história de Joseph, um solitário segurança de aeroporto preso em uma vida sem propósito. Em um ato impulsivo de revolta, ele liberta seu eu mais selvagem e viverá seu dia de fúria pelas ruas de Londres.

Surto é um filme “nervoso” e aqui o espectador irá saber o que é ter um surto de verdade e não apenas ficar irritado com algo. Jospeh a todo instante já demonstra estar vivendo além do limite, principalmente com seu hábito de comer e beber segurando os talheres e os copos pelos dentes.

Isso é tremendamente irritante para quem está assistindo. Os sons produzidos pelo ator ao beber algo, enquanto segura o copo o apertando pelos dentes, chega ao ponto de fazer qualquer um virar os olhos e até mesmo colocar as mãos nos ouvidos.

Toda construção dessa história, por sinal, está nos sons, que ajudam a enervar quem está assistindo. A jornada do personagem com tantos barulhos, seja do aeroporto, metrô, transito e até mesmo da moto parada na frente de seu apartamento, mostram o quanto vivemos com poluição sonora e não conseguimos mais viver de forma harmoniosa com outras pessoas.

Isso também é evidente na maneira como ele convive com seus pais, ainda mais com seu pai tremendamente machista e uma mãe que ultrapassa seus sentimentos onde qualquer atitude – ou falta dela – de seu filho, a fará sofrer sem algum motivo aparente.

Um ponto negativo, mas que em alguns casos até se torna interessante, é o uso da câmera nervosa. A câmera segue Joseph por todos os lados, muitas vezes sem um único corte, principalmente nas cenas em que ele está “surtado”. Só que ela se mexe de uma maneira que cansa quem está assistindo. Se a ideia, como parece, é esta, a direção conseguiu, mas também deixa o espectador com uma grande dor de cabeça.

Em certos aspectos, o uso da câmera nervosa até ajuda, para compreender o que se passa com o personagem, mas ao levar a interpretação de Ben Whinshaw, isso é desnecessário.

Ben dá um banho de interpretação ao mostrar um personagem nervoso, cheio de tiques, que chega ao ponto de acreditarmos que ele é assim. Seus trejeitos que vão levando ao seu surto, nos dão medo, não dele, mas de que a qualquer momento nós também possamos ter um e nem ao menos saber mais o que estamos fazendo.

Surto é um longa inglês que faz uma crítica social, principalmente ao modo de vida da Inglaterra, que lembra em muito o nosso próprio país. O filme já está disponível para compra e aluguel nas plataformas digitais Claro Now, Amazon, Vivo Play, iTunes/Apple TV, Google Play e YouTube Filmes. Com distribuição da Synapse Distribution, o longa poderá ser encontrado nas versões dublada e legendada.

Nota do Thunder Wave
Surto é um filme que vai além de mostrar uma pessoa com um dia de fúria, mostrando o quanto nós estamos próximos de perder nossa sanidade.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,962SeguidoresSeguir
4,234SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave