sábado, 26, setembro, 2020
Início Séries Críticas Crítica | The Good Place- 2ª Temporada

Crítica | The Good Place- 2ª Temporada

The Good Place achou seu espaço ao balancear críticas religiosas com alfinetadas atuais. Apresentando uma versão diferente do paraíso, a série conseguiu fazer um ótimo trabalho ao divertir na medida certa durante sua primeira temporada e agora repete a fórmula em seu segundo ano.

Sem medo de ousar, The Good Place estreou já tratando de assunto sensíveis, e ao longo dos episódios, apenas aumentou o teor crítico e o humor ácido. Com as reviravoltas do roteiro, ficou a dúvida de como conseguiriam manter a qualidade sem cair na mesmice e eventualmente se tornar mais uma comédia com piadas repetitivas e tentativas falhas de entreter.

De maneira impressionante, a produção conseguiu não apenas manter, como melhorar a qualidade em seu segundo ano, usando de um artifício arriscado, mas muito efetivo: reboots. Após a revelação da trama anterior, o caminho escolhido foi refazer tudo, onde a história reinicia e faz com que os novos episódios sejam um quadro em branco para as novas aventuras. Ao contrário do que se imagina, esse recurso não torna a temporada repetitiva, e sim ainda mais original. Os novos argumentos sobre o “Local Bom” dão espaço para apresentar novos personagens que apenas agregam no roteiro e dão oportunidade de explorar o talento do elenco – principalmente D’Arcy Carden, que mantém duas ótimas versões de Jane.

2ª temporada de The Good Place destaca novos personagens | Imagem: NBC
2ª temporada de The Good Place destaca novos personagens | Imagem: NBC

Michael Schur continua a impressionar com suas ideias. Literalmente reinventando a série, o criador não perde a mão em nenhum momento e consegue levar toda a temporada sem deslizar no humor, mantendo o equilíbrio entre o sarcasmo, críticas sociais (e sobre entretenimento), alívio cômico e uma pitada de romance.

O elenco, com exceção da citada D’arcy, mantém o nível da atuação, mesmo que a maioria cresça em relação ao seu papel, enquanto a protagonista acaba sendo diminuída. Com a mudança apresentada na trama, Eleanor (Kristen Bell) perde um pouco de seu destaque, mantendo sua participação igualada à dos colegas, mas sem perder o brilho por isso.

The Good Place chegou com uma proposta duvidável em relação ao seu futuro, mas graças ao jogo de cintura de seu criador, conseguiu elevar a qualidade nessa temporada. Uma comédia diferente e com conteúdo, a série impressiona na qualidade crítica enquanto diverte.

Nota do Thunder Wave
Uma comédia diferente e com conteúdo, a série impressiona na qualidade crítica enquanto diverte e apenas melhorou em seu segundo ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,008FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,360SeguidoresSeguir

Desafio Sob Fogo Brasil e América Latina: Três brasileiros disputam a...

0
Cléber, Milton e Sandro estão entre os quatro finalistas da terceira temporada da competição que aqueceu os corações dos cuteleiros amadores. Qual brasileiro conquistará o tricampeonato?

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave