A Maravilhosa Sra. Maisel está pronta para dar adeus aos seus fãs na quinta e última temporada de The Marvelous Mrs. Maisel. Após cinco anos acompanhando as divertidas e árduas aventuras de Midge Maisel (Rachel Brosnahan) para se tornar uma famosa comediante, o púbico enfim poderá descobrir o desfecho dessa interessante e representativa história.

Amy Sherman-Palladino e Daniel Palladino fizeram um ótimo trabalho ao longo dos anos para manter a essência e a qualidade da série, sempre inovando nos assuntos propostos e crescendo as críticas ao longo das tramas. Talvez com excessão da quarta temporada, onde parece ter alguns momentos perdidos e um pouco desconexos, The Marvelous Mrs. Maisel apenas se tornou mais ousada e mais livre, abordando cada vez mais o feminismo e crescendo seus personagens.

Veja também: Crítica | Harlem- 2ª Temporada

Desde seu quarto ano, a série vem tornando mais ativa a crítica ao complicado mundo da arte e principalmente dos escritores. Situações que parecem absurdas envolvendo roteiristas, escritores e até mesmo jornalistas são colocadas como um tom engraçado, porém a veracidade da situação, infelizmente muito atual, mostram o descontento e protesto dos criadores ao complicado mundo comercial que o ramo da escrita vem sofrendo. Aqui, essa crítica é levada ao limite, colocando Maisel como roteirista de um programa, mostrando a dificuldade de uma mulher nesse ramo ainda dominado por homens e todas as dificuldades da produção de um programa de televisão.

Em sua quinta temporada, The Marvelous Mrs. Maisel investe em encerrar todos os ciclos, chegando ao máximo da ousadia de seus criadores. Para isso, a narrativa sofre uma brusca e inteligente mudança, apresentando todos os personagens no futuro no inicio de cada episódio, que vão interligar com a história mostrada nesse capítulo. A parte interessante é que realmente todo o núcleo tem seu desfecho apresentado, desde Esther e Ethan, até Zelda (Matilda Szydagis), todos com criativos novos caminhos em seu futuro, mas interligados a Midge.

Mesmo investindo tanto em dar desfecho a todos, alguns personagens deixam muito a desejar em seus arcos. Principalmente os que já vinham sendo esquecidos, como o irmão de Midge, Noah (Will Brill) e seu núcleo familiar, que são apenas pincelados, mostrando suas conquistas em cenas breves escondidas em meio à piadas. Isso acontece também com alguns integrantes do núcleo principal, Joel (Michael Zegen) ainda tem pouco apresentado de sua vida pessoal e continua sendo um tipo de extensão para a vida de Mirian. Seu desfecho, como era de se prever, envolve sua eterna devoção a ela em acontecimentos iniciados no ano interior.

Crítica | The Marvelous Mrs. Maisel- 5ª Temporada 1
The Marvelous Mrs. Maisel 5ª Temporada / Imagem: Amazon Prime Video

A grata surpresa vem a cargo de Susie (Alex Borstein), personagem que vem crescendo a cada ano e se tornou a mais querida entre os fãs. Sua carreira e vida pessoal tomam mais tempo de tela do que qualquer outro, o que em alguns momentos envolve sobressair até mesmo à protagonista. Com mais de um episódio dedicado a si, Susie é a parte mais gratificante desse ano final, se tornando totalmente independente.

O feminismo extremo que vem embalando todos os acontecimentos e falas ao longo dos anos estão presentes, mais fortes do que nunca na quinta temporada de The Marvelous Mrs. Maisel. Enaltecendo sempre que possível a presença feminina em tela, e até mesmo trocando sem sutileza feitos que deveriam ser de homens por enormes conquistas de mulheres, a trama mantêm fielmente sua essência feminina até os momentos finais.

Veja também: Crítica | The Flatshare- 1ª Temporada

Algumas decisões sobre o rumo que Maisel tomou na vida podem ser questionáveis quando apresentados à princípio, porém, quando analisados de acordo com uma linha lógica de acontecimentos, se tornam extremamente plausíveis. De maneira livre e sem perder as duras críticas às dificuldades do ramo, seu encerramento é plausível e não deixa buracos para a trama.

The Marvelous Mrs. Maisel termina em uma temporada que pode parecer estranha pela mudança de tom e talvez deixar um gosto um pouco azedo aos fãs que estão acostumados a ver a narrativa rápida, fluida e divertida que costuma dominar a tela. Entretanto, entrega seu trabalho de maneira gratificante, encerrando todos os ciclos e amarrando todas as pontas soltas deixadas até o momento.

Resumo
Nota do Thunder Wave
critica-the-marvelous-mrs-maisel-5a-temporadaThe Marvelous Mrs. Maisel termina em uma temporada que pode parecer estranha pela mudança de tom e talvez deixar um gosto um pouco azedo aos fãs que estão acostumados a ver a narrativa rápida, fluida e divertida que costuma dominar a tela. Entretanto, entrega seu trabalho de maneira gratificante, encerrando todos os ciclos e amarrando todas as pontas soltas deixadas até o momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui