terça-feira, 7, julho, 2020
Início Eventos Cobertura Eventos Crítica | Turma da Monica em O Show

Crítica | Turma da Monica em O Show

O musical retorna para São Paulo em curta temporada

A Turma da Mônica é uma série de histórias em quadrinhos brasileira criada pelo cartunista Mauricio de Sousa. Originalmente nas tirinhas de jornais com Franjinha e Bidu como os personagens principais, ganhou destaque e mais identidade com a atual criação de Mônica e Cebolinha, entre 1960 e 1963, que se tornaram os protagonistas. A primeira publicação foi na Folha da Manhã (atual Folha de S.Paulo) em 1959 na versão de tiras e em 1970 passou a ser publicada em revista e seus personagens foram distribuídos pelas editoras Abril, Globo e atualmente pela Panini Comics. Fato é que, a Turma da Mônica não deixa de encantar e ainda hoje consegue divertir e emocionar multidões de fãs por todo o mundo.

Esse é o projeto que abre os trabalhos de 2020 em São Paulo, no mês das férias. Depois das turnês na América do Norte e no Japão, retorna para o Brasil o espetáculo que encantou muitas gerações. Depois do grande sucesso em 2015, a Mauricio de Sousa AO VIVO investiu pesado e nos trouxe o melhor no que existe em atuação e bom roteiro. O espetáculo que já viajou para Miami, Boston, Orlando e para o Japão é a primeira e única produção que foi para fora do Brasil. Mauro de Sousa, filho de Mauricio, nos conta o quão famosa e rentável é a marca Turma da Mônica. Formado em artes cênicas e musica o então diretor, conta que esse espetáculo faz parte da meta de internacionalização da marca em outros continentes. 

Além disso, muitos são os planos de expansão para a marca que hoje saiu dos quadrinhos foi para as telinhas, telonas, hotéis e parques. Ao todo são quatro parques, lembrando que o Parque Turma da Mônica em São Paulo completa cinco anos de vida. Os outros ficam em Olinda, Goiânia e Rio de Janeiro que são as estações, parques menores. Em breve, no segundo semestre de 2020, será inaugurado em Gramado, mais uma estação da Turma da Mônica. Com cada vez mais espaço dentro e fora do Brasil, fica difícil não se render aos encantos dessa turminha do bairro do Limoeiro.

O musical traz efeitos especiais e muita interação por meio de painel LED. A cada canção, um show de coreografia e atuação. Cada personagem tem o seu momento de brilhar e de encantar e fazer a platéia cantar junto. Durante 60 minutos é possível rir com as trapalhadas de Cascão e Cebolinha, a graciosidade de Magali, o jeito genioso de Monica e o destaque do show inteiro foi o ícone Chico Bento. O personagem caipira além de ser um ótimo “host”, fez a platéia vibrar com uma versão muito divertida de “thriller” – aquela canção famosa na voz de Michael Jackson-. Entre uma apresentação e outra, Mauricio de Sousa, conta a história por trás de cada personagem.

Com diversas danças, roupas e dançarinos, Cebolinha, Monica, Cascão, Chico Bento e Magali são coordenados por Franjinha que organiza tudo nos bastidores. A equipe de sonoplastia e imagem desempenham um papel fundamental, pois os personagens tem vida no palco, ao mesmo tempo em que estão nos entretêm, eles tem uma presença e uma interação muito intrínseca e profunda entre eles o que faz com que o musical seja bem executado e mantenha a platéia focada no espetáculo, se emocionando e se divertindo.

A sintonia e a coreografia são atributos que foram muito bem alinhados. Com direção de Mauro de Sousa e supervisão de Mauricio de Sousa, o espetáculo traz as canções da galerinha do bairro do Limoeiro, que prometem diversão, momentos lúdicos e até interação com a platéia. As canções criadas pelo maestro Gao Gurgel em parceria com Márcio de Sousa e Mauricio, remetem as características de cada personagem e por isso cada melodia é intensa e podemos sentir o que os compositores sentiram quando criaram as canções-tema de cada figura da turma do Limoeiro. O show ressalta mensagens de amor, amizade e respeito com um pouco de humor e trapalhadas.

Ao longo dos últimos três anos, o musical já foi visto por muitas pessoas e está disponível no Teatro Santander até o dia 09 de fevereiro. É diversão garantida para toda a família. Lembrando que é curta temporada. Os ingressos custam entre R$ 75 (inteira) na Frisa Balcão e R$ 120 (inteira) na Platéia VIP. Atenção! Crianças até 24 meses não pagam, mas devem ficar no colo dos pais ou responsáveis. Vale ressaltar que no FIESP, a exposição “Olá, Mauricio!” está em cartaz até o dia 16 de fevereiro, com os personagens que fazem parte da cultura brasileira e contribuem para a sociedade em histórias com importantes temas, como acessibilidade e sustentabilidade, além de proporcionarem diversão e entretenimento. Aliás, você sabia que o Mauricio criou quase 500 personagens diferentes?! Curta essa experiência e volte a ser criança.

Nota do Thunder Wave
Nostalgia pura. É quase como se fossemos crianças de novo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,038FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,389SeguidoresSeguir

O Silêncio da Cidade Branca | 10 diferenças entre o filme...

0
O Silêncio da Cidade Branca se tornou um filme apressado e não surpreendente, diferente do livro é de tirar o fôlego. Veja as diferenças entre as obras.

Crítica: Greenleaf – 3ª Temporada

4
Desde que Greenleaf estreou no catálogo da Netflix Brasil, a série arrebatou a atenção e também, a predileção da audiência. Já de cara, a...
Crítica | Turma da Monica em O Show 6

Um adeus a Merlin

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave