A Amazon anunciou que a produção da 3ª temporada de Deuses Americanos já começou.

Na terceira temporada, o showrunner Charles “Chic” Eglee leva os espectadores à pequena, fria e estranha cidade de Lakeside, em Wisconsin, com a nova personagem, Ms. World, estrelada por Dominique Jackson (“Pose”), que é uma encarnação do nefasto Mr. World, e Eric Johnson (“The Girlfriend Experience,” “Vikings”) que será Chad Mulligan— chefe de polícia de Lakeside. Já anunciados previamente, também estão no elenco: Marilyn Manson (“Salem,” “Sons of Anarchy”) como Johan Wengren; Blythe Danner (“Huff,” “Will & Grace”) como Demeter; Herizen Guardiola (“The Get Down”) como Oshun, e Ashley Reyes (“Night Has Settled”).

Alguns integrantes do elenco retornam, incluindo Ricky Whittle (“The 100”, “Austenland”) como Shadow Moon; Ian McShane (“Deadwood”, “Ray Donovan”) interpretando Mr. Wednesday; Emily Browning (“Sucker Punch – Mundo Surreal”, “The Affair”) como Laura Moon; Yetide Badaki (“Aquarius”, “This Is Us”) como Bilquis; Bruce Langley (“Deadly Waters”) como Technical Boy; Crispin Glover (“De Volta para o Futuro”) como Mr. World; Omid Abtahi (“Damien”, “Legends”) no papel de Salim; Peter Stormare (“Fargo,” “Prison Break”) como Czernobog; Demore Barnes (“Os 12 macacos”, “Waco”) interpretando Mr. Ibis; e Devery Jacobs (“Cardinal”, “The Order”) como Sam Black Crow.

A primeira imagem da temporada também foi divulgada.

Deuses Americanos conta o início de uma guerra entre os velhos deuses da mitologia e os novos deuses da tecnologia moderna. O ex-presidiário Shadow Moon passou duas temporadas seguindo seu misterioso chefe Mr. Wednesday (conhecido como o Deus supremo todo poderoso, pai de Odin) por todo o país, para descobrir no final da segunda temporada que o antigo Deus é na verdade seu pai.

Essa temporada acompanha Shadow na tentativa de fugir e se afirmar como homem, estabelecendo suas raízes na fria e fantasiosa cidade de Lakeside, em Wisconsin, onde ele irá descobrir um segredo obscuro enquanto explora as questões da sua própria divindade. Guiado nessa jornada espiritual pelos deuses de seus ancestrais negros, os Orishas, Shadow precisa decidir exatamente quem ele é—um Deus à procura de veneração ou um homem a serviço de “nós”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui