quarta-feira, 27, janeiro, 2021
Início Artigos Disney Plus: Qual será o futuro das plataformas de streaming?

Disney Plus: Qual será o futuro das plataformas de streaming?

Disney Plus: Qual será o futuro das plataformas de streaming? 1
Disney Plus chega em território brasileiro em novembro/ Reprodução

Muita gente ficou de cabelo em pé quando soube da chegada da streaming Disney Plus aqui no Brasil. Prevista para novembro, a gigante promete entretenimento com conteúdos originais e exclusivos. O catálogo  bem recheado  com todas as animações do estúdio, além dos filmes da saga “Star Wars” e da Marvel – exceto os do Homem-Aranha, que pertencem à Sony – e vários musicais e documentários. Apesar de bem vinda – e muito esperada -, a plataforma, que ainda não tem preço divulgado, levantou uma certa questão muito importante:  teremos dinheiro para pagar tanto streaming? Eis a questão…

Leia mais: Disney+ CONFIRMADO no Brasil a partir de novembro

Atualmente, muitas plataformas disputam a atenção dos clientes, prometendo assim, acesso a produções exclusivas, que geralmente não podemos ver na TV aberta. Vamos aos valores:

Netflix – R$ 45,90 (PREMIUM)

Amazon Prime – R$ 9,90

Apple+ – R$ 9,90

Globoplay – R$ 22,90(mensal)

HBO GO – R$ 34,90

E ainda assim o mercado conta com outras plataformas como Starz Play (R$ 14,90) e Looke (R$ 9,90).  Se você é alguém que gosta de diversidade e não tem uma cobra no bolso, o total de todos esses valores no seu orçamento financeiro é de R$ 148,30. Coloque agora na ponta do lápis as contas de luz, de água, de internet e fixo, de celular, mercado, transporte (privado – carro/moto ou público  ônibus, metro, etc), pets ou filhos ou ambos, escola, faculdade, cursos, aluguel, IPTU e por ai vai. A questão é a seguinte: existe a possibilidade da Disney Plus ter o valor de R$ 28,00. Se você somar R$ 148,30 (soma total das plataformas acima) com R$ 28,00 (Disney+), dá o total de R$ 176,30. Será que tem como manter todas essas contas fixas do mês numa renda média de *R$ 2.261,00? Dificilmente você conseguirá manter todas essas contas, ainda mais no atual momento em que vivemos uma crise sanitária, onde os custos de quase tudo (se não tudo) aumentou.

O atual cenário nos convida a refletir sobre nossas prioridades na vida. Será que ter uma quantidade excessiva de plataformas para acesso a conteúdos originais vale tanto a pena se milhares de pessoas não tem o que comer? Se muitas dependem de doações que provavelmente será a única forma dessa pessoa sobreviver em meio ao caos instaurado pela negligência dos nossos governantes e do aparecimento do coronavírus… Se você não notou, fome e gente morando na rua existe há muito tempo, um problema conhecido antes do surgimento da Covid-19 e de qualquer outra doença.

É importante sim, ter acesso a entretenimento. Mas o surgimento de mais uma ou mais algumas possibilidades de acesso a conteúdos diversos, nos faz pensar em ter que abrir mão de uma para ter acesso a outra, afim de caber na balança do orçamento mensal que como foi mencionado anteriormente, já tem outros gastos. É uma novidade para ser questionada e bem pensada…

*Os números são do IBGE e consideram o 4º trimestre de 2019.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

6,954FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,349SeguidoresSeguir

LEGO Education celebra 40 anos com sorteio de 40 mini kits...

0
Para participar do sorteio comemorativo, profissionais da educação precisam se inscrever pelo Instagram da Tecnologia Educacional; sorteio será no dia 11 de fevereiro, ao vivo, também pela rede social.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
Disney Plus: Qual será o futuro das plataformas de streaming? 7

Um adeus a Merlin

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave