Social Nerd Opportunities

5 professions in the gaming market for those who have no affinity for controls

Em alta no Brasil e no mundo, investimentos em games crescem e geram oportunidades para diversos tipos de trabalho.

0

Não é novidade que o mercado de games se tornou um dos mais promissores nos últimos anos. Cada vez mais investidores miram empresas e tendências deste segmento, que hoje em dia não atinge apenas crianças e jovens em busca de diversão nos jogos eletrônicos.

Somente no Brasil, no último ano, o faturamento do mercado cresceu 140%, segundo dados da Visa Consulting & Analytics, que analisou as compras realizadas em plataformas desse segmento.Os jogadores se profissionalizaram e participam de campeonatos com premiações milionárias, mas diversas outras oportunidades de trabalho surgem até mesmo para quem não tem afinidade com os controles e consoles.

Investidor neste mercado desde 2019, Santiago Blanco, CEO of Prota Games, principal produtora de conteúdo para especialização em jogos eletrônicos no país, lista cinco profissões bastante requisitadas no universo gamer.

5Analista de Marketing

Assim como em todo mercado, a comunicação é um dos pilares para o sucesso de projetos e empresas, na visão de Santiago Blanco. Segundo ele, profissionais de marketing têm espaço em diversas frentes no segmento de jogos eletrônicos. “Seja em uma produtora de games em si ou uma produtora de conteúdo sobre eles, pegando dois exemplos, a forma como os produtos são divulgados e trabalhados a partir do feedback dos consumidores é o que vai torná-la referência neste mercado, pois o público gamer é bastante exigente. Além disso, os games são vistos por empresas de outros segmentos como importantes ativos para divulgação de outros produtos, com a inserção de marcas dentro dos próprios jogos. Portanto é fundamental ter um profissional que saiba lidar com essas demandas”, explica.

Faixa salarial: 4.000 a 25.000 reais

4Social Media

Para o CEO da Prota Games, a função de social media é de extrema necessidade, pois lida com um público bastante ativo nas redes sociais, além do já citado alto nível de exigência. “Os gamers costumam ficar de olho em todos os meios de comunicação das produtoras e demais empresas, pois vale lembrar que, principalmente quanto aos jogos online, muitas atualizações e novidades surgem corriqueiramente. Ter profissionais dedicados a esta comunicação se tornou uma necessidade para quem deseja ter um contato mais dinâmico com usuários desses produtos”.

Faixa salarial: 1.000 a 5.000 reais

3Desenvolvedor de Jogos

Não tem muito segredo, trata-se do profissional responsável por desenvolver um jogo eletrônico, seja para computadores, vídeo games, tablets ou smartphones, respeitando todas as etapas, que vão desde a roteirização até a escolha da trilha sonora. Demanda uma boa especialização, mas Santiago Blanco afirma que as produtoras sempre estão à procura de pessoas para este posto. “Não apenas games novos surgem todos os anos, como também os já conhecidos evoluem, lançam pacotes de expansão e versões comemorativas, por exemplo. Correções e adaptações também são bastante comuns. Além disso, dificilmente um jogo é inteiramente feito por uma pessoa apenas. Apesar de sempre haver uma liderança, normalmente os grandes e mais complexos jogos são produzidos por equipes de designers robustas. Dificilmente um bom designer fica sem trabalho neste mercado”, garante.

Faixa salarial: 5.000 a 100.000 reais

2Designer Gráfico

Este profissional é responsável por um dos principais elementos de um jogo eletrônico: os gráficos. “É o quesito que, hoje em dia, mais chama a atenção do público, por ter influência direta na experiência dos jogadores. Os gráficos estão cada vez mais modernos e realistas, o que também demanda profissionais extremamente qualificados quando se trata de grandes desenvolvedoras. Por essa razão, oportunidades de trabalho não faltam”, afirma Santiago Blanco.

Faixa salarial: 5.000 a 20.000 reais

1Produtor de conteúdo

Por fim, Santiago Blanco cita a própria frente em que atua no momento, a produção de conteúdo para internet. Seja visando entretenimento ou o aprimoramento dos jogadores, como no caso da Prota Games, ele explica que este nicho, especificamente, é ideal para quem deseja arriscar um projeto próprio. “Falando de Brasil, sempre observamos uma escassez de bons conteúdos para games nas plataformas. Para se destacar nesta área, basta apenas dedicação da pessoa e atenção em pontos como qualidade audiovisual, padronização e boa frequência de lançamento de vídeos. Não importa quais equipamentos foram usados, apenas o produto final e os aspectos que o tornam mais atrativo ao público”.

Faixa salarial: do zero ao infinito

NO COMMENTS

LEAVE AN ANSWER

Please enter your comment!
Please enter your name here

Posting...
EN
Exit mobile version