Wednesday, 26, January, 2022

Nine Perfect Strangers | 9 reasons to watch the miniseries

What you need to know to start watching Nine Perfect Strangers on Prime Video.

Nine Perfect Strangers já desembarcou em terras brasileiras pela Prime Video. A série é uma adaptação do livro de mesmo nome, no Brasil Nine Unknowns, written by Liane Moriarty. O romance está sendo lançado pela editora Intrinsic.

A adaptação gira em torno do spa Tranquillum House, um local luxuoso e isolado que promete mudar radicalmente a vida de seus clientes em apenas uma estadia. Sofrendo de estresse, cansaço ou mesmo insatisfação com o próprio corpo, nove pessoas com diferentes personalidades decidem participar do retiro, que é dirigido por uma enigmática mulher russa chamada Masha (Nicole Kidman).

Read too: Nine Perfect Strangers | All about the miniseries based on the book by Liane Moriarty

According to the Hulu, que transmite nos EUA, Nine Perfect Strangers se tornou um grande sucesso, com a estreia sendo a mais vista. E para quem não lembra quem é Liane Moriarty, ela é a escritora de Big Little Lies, que foi transformado em uma série da HBO written by David E. Kelley and starring Nicole Kidman.

Agora confira 9 motivos para assistir a minissérie, além de alguns mencionados acima.

Não é uma história de terror

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 1

A minissérie pode até ter um ‘ar’ de série de terror, mas não é. Segundo o diretor da série, Jonathan Levine, o show é algo que “realmente transcende o gênero”. Levine ainda continuou a dizer durante o painel da turnê de verão da Television Critics Association (TCA): “Eu certamente pensei sobre terror e certamente pensei sobre thrillers. Mas no final do dia, mesmo que estejamos brincando com esses tropos, eu acho que, para mim, era sobre o caráter e sobre essas pessoas bonitas que você meio que sente empatia e se apaixona. Certamente estávamos brincando com as expectativas do público e usando o gênero como um veículo para contar essa história e mantê-la atraente.”

Ela é sobre “dor”

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 2

Com certeza Nine Perfect Strangers é sobre dor. Mas não física e sim emocional. A série tras problemas de sentimento e como as pessoas reagem a elas. É algo intimista e que faz com que o espectador sinta empatia pelos personagens. A trama mostra estes diversos problemas, que parecem simples, mas vão além, pois são reais.

Existe a divorciada que acha que para acabar com seus problemas, é só perder peso, uma romancistas com problemas pessoais de ter sido enganada, outro com problema de vício, além dos mistérios que a história irá mostrando.

Second Melissa McCarthy, que interpreta a romancista Frances Welty, “fazer o programa fez você pensar muito sobre o que você faz para encobrir seus problemas, pois em algum momento, você tem que sair. Então, é como se você já estivesse no meio da miséria e do sofrimento, então faça uma mudança. E é sobre isso que eu acho que esse show é.”

Relações tóxicas

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 3

Como descrito acima, a minissérie é sobre a dor. Um dos pontos impactantes de Nine Perfect Strangers é observar duas famílias presentes no show. Ambas passam por graves tensões emocionais em seus relacionamentos. Enquanto uma é por uma perda, a outra é sobre o que perderam para estar onde estão. Para não soltar spoilers.

As emoções quando se tornam reprimidas, tendem a fazer com que as pessoas acabem abusando sentimentalmente de outras. Não é apenas o abuso do controle que faz isso, mas a dúvida também é uma arma mortal.

Durante os episódios um dos personagens não quer realmente falar sobre sua perda e como impacta na vida de sua família. Ele prefere ficar calado e se esconder atrás de estatísticas. Isso acarreta que sua esposa e filha se sintam como culpadas por ainda sofrerem tanto e ele aparentar ter continuado.

Já no outro casal, eles estão tentando se acertar e descobrir onde o amor se perdeu. Mas apenas ela que faz esta busca, mas através de exemplos de outras pessoas e a total perda de sua auto estima, enquanto ele prefere a ignorar por tantas coisas que ela fez consigo mesma.

Estes fatos acabam sendo totalmente tóxicos nas relações, que podem levar até mesmo ao pensamentos de suicídio.

Quem sou eu?

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 4

Nine Perfect Strangers possui uma celebridade de mídias sociais, uma romancista e também um ex atleta, interpretado por Bobby Cannavale. Tony Hogburn, seu personagem é uma pessoa com muita dor, mas esta física e emocional. Diferente de celebridades que querem ser reconhecidas, ele quer se distanciar, ao ponto de ter se tornado completamente desleixado.

Cannavale descreve o personagem como “muito agressivo”, mas “é um comportamento vindo do desespero”. Ainda segundo o ator, “acho que ele está tão entorpecido por essas drogas e pela forma como toda a sua vida e seus relacionamentos foram obscurecidos por isso, acho que qualquer tipo de provocação vai estimulá-lo da maneira certa.”

Em busca da perfeição

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 5

Lógico que Nine Perfect Strangers não deixaria de fazer a sua crítica a um assunto tão em alta e que virou mais do que uma febre mundial. Só que esse assunto não bate apenas como esses inflenciadores vivem, mas também nas pessoas viciadas em tecnologia.

Samara Weaving interpreta Jessica, uma pessoa que não consegue largar o seu celular. E isso é algo totalmente grave que faz com que ela se torne ansiosa. É totalmente visível como a personagem é nervosa quando não está com ele em sua mão, parecendo até sofrer da falta de “drogas”.

Além disso, ela também sofre de dismorfia corporal, que é um transtorno onde a pessoa vê defeitos onde não existem ou se incomoda demais com certas características na frente do espelho. Segundo a atriz ela fez muitas pesquisas sobre o assunto e conversou com pessoas que sofrem da doença.

Por que Tranquillum?

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 6

Por que as pessoas saíriam de suas vidas para irem até Tranquillum? Por muitas razões. Algumas para fazerem terapia de casal, outras como um spa, e principalmente ao ponto de desespero, pois não tem como encontrar ajuda entre seus entes queridos, portanto sobra apenas busca-la com um estranho.

Este é um ponto interessante que a minissérie aborda. Pois a história poderia acontecer em qualquer lugar, até mesmo com um psicólogo na esquina, mas por que em um local isolado, onde não pode nem ao menos ficar com o seu celular e comer a comida que está acostumado?

Por que alguém se sugeita a entregar sua vida na mão de outra pessoa? É apenas o desespero em querer acabar com a sua dor?

Desigualdade

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 7

Nine Perfect Strangers faz uma abordagem muito bem feita que é a falta de humanidade que algumas pessoas possuem, quando se tornam ricas. Isso é visto na maneira como alguns personagens na minissérie da Hulu tratam os membros da equipe, praticamente como nada e que devem sempre estar presentes para eles.

Na minissérie existe uma maioria de alta renda e apenas uma de baixa, onde eles sempre afirmam que devem agradecer por estarem ali. Além disso é interessante perceber a diversidade cultural presente em Tranquillum, não apenas no elenco principal, mas também no secundário.

The Good Place

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 8

Sim, caso não saiba, o ator Jason Mendoza que ficou famoso pela série The Good Place está na série como Jacinto. E assim como na série da NBC onde interpretou Ted Danson, ele parece estar vivendo novamente uma utopia. Só que agora ele está muito mais envolvido nos acontecimentos.

Independente de qual seja o seu papel em Tranquillum, com certeza ele já é mais do que um personagem principal na trama.

Nicole Kidman

Nine Perfect Strangers | 9 motivos para assistir a minissérie 9

Com certeza este é um dos maiores motivos para se assitir a minissérie da Hulu, no Brasil na Prime Video. Nicole Kidman está muito bem em seu papel, tanto que é impossível fazer algum comparativo com algum de seus antigos personagens. Sobre suas personagem, ela disse em entrevista no TCA:

“Eu meio que encontrei o sotaque devido a reunir toda a história de sua vida e torná-la uma mistura russo-americana. A primeira cena que filmamos foi aquela em que eu entro na sala e digo: ‘Sou Masha. Bem-vindo ao Tranquillum.’ E então, eu fui capaz de ficar naquele lugar.”

Ela acrescenta que “Eu queria que uma energia de cura muito calma emanasse o tempo todo. Então, eu me lembro de ir até as pessoas e meio que colocar minha mão em seus corações ou segurar suas mãos.”

Ainda para representar o papel de Masha, a atriz disse que mergulhou e se tornou a personagem, tanto que nunca respondia as pessoas quando a chamavam por seu nome, Nicole. “Era a única maneira de realmente me relacionar com as pessoas, porque senti que, do contrário, estaria fazendo uma performance e não queria me sentir assim”.

Related articles

Comments

LEAVE AN ANSWER

Please enter your comment!
Please enter your name here

Instagram

booming

Most viewed of the week

Follow Our Networks

It has exclusive content over there
6,825Fansenjoy
0Followersfollow
4,232Followersfollow

Recent

fresh content

Thunder Fic's

all about script
en_USEN
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave