Tuesday, 25, February, 2020
Start Reviews First impressions Primeiras impressões: Ten Days in the Valley

Primeiras impressões: Ten Days in the Valley

-

A Fall season desse ano vem trazendo várias estréias interessantes, mas devido a erros básicos de execução e marketing, o potencial completo delas está sendo desperdiçando. Alguns estão errando no formato de lançamento, como a tão comentada Inumanos e outras estão caindo em um erro bem grave das emissoras: jogarem basicamente todas as estréias para o domingo. Muitas séries estão sendo exibidas no mesmo dia -chegando a bater o horário-, disputando até com produções famosas, e por isso não faz diferença se o piloto é interessante ou não, a maioria acaba nem sendo vista pelo público.

Esse é o caso de Ten Days in The Valley, que com uma divulgação quase nula e um horário de estreia bem mal pensando, periga cair no esquecimento sem nem mesmo ter uma chance. A interessante trama resgata os padrões de dramas da ABC, não traz nada de original, mas possui os elementos clássicos dos dramas do canal que costumam agradar (o sucesso How To Get Away With Murder, assinado pela ABC, é um bom exemplo).

Jane Sadler (Kyra Sedgwick) é uma roteirista responsável pelo desenvolvimento de uma famosa e polêmica série de televisão policial. Em sua vida pessoal, ela encara os desafios de criar sua filha Lake (Abigail Pniowsky) enquanto atende sua complicada agenda e ainda precisa lidar com o teimoso ex-marido Pete Greene (Kick Gurry), que constantemente desrespeita as regras das visitas à filha.

Primeiras impressões: Ten Days in the Valley 1
Ten Days in The Valley | Imagem: ABC

Em uma noite, Jane precisa reescrever uma cena e deixa a filha dormindo sozinha no quarto enquanto passa a madrugada trabalhando no balcão externo da casa, apenas para voltar e perceber que Lake foi sequestrada nesse período. O primeiro palpite é que Pete tenha levado (de novo) a menina escondido, mas conforme a investigação do detetive John Bird (Adewale Akinnuoye-Agbaje) avança, a história vai ficando mais complicada e novos suspeitos aparecem.

Ten Days in The Valley não é exatamente inovadora, porém é instigante e interessante. Ao longo do episódio novas informações são adicionadas propositalmente para transformar todos os personagens em suspeitos. Jane tem vários empregados que possuem a chave de sua casa e vários fatores levam a suspeitar de cada um individualmente- inclusive o traficante que chega de madrugada para entregar algo que irá “ajudar” Jane a escrever.

Primeiras impressões: Ten Days in the Valley 2
Ten Days in The Valley | Imagem: ABC

Há vários clichês de investigação na trama e, pelo menos até que sejam preenchidos, há alguns pequenos buracos no roteiro que podem arrancar algumas expressões indignadas do espectador. Entretanto, com as ótimas atuações e cheia de novas intrigas, a série promete agradar aos que têm uma queda por mistérios.

Acompanhando os 10 dias de investigação, como o próprio título indica, Ten Days in The Valley é uma estreia boa, com chances de melhorar.

LEAVE AN ANSWER

Please enter your comment!
Please enter your name here

Follow our social networks

7,087Fansenjoy
3,149Followersfollow
4,458Followersfollow

Review | My Hero Academia: Heroes Rising

0
My Hero Academia: Heroes Rising has a simpler story than the previous ones, but even so, it manages to be superior to the last feature.

Review | Greenleaf- Season 2

43
More dense than the first season, Greenleaf did not drop in level and brought a psychological clash full of questions for discussions outside the religious environment.
en_USEN
pt_BRPT_BR en_USEN
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave