Stephen King possui ideias maravilhosas e ouso dizer que suas obras mais antigas são as melhores. O Nevoeiro, conto que o autor publicou em 1980 é um ótimo terror, que contem todos os elementos necessários para manter o desespero no leitor com poucas páginas e já rendeu uma adaptação cinematográfica em 2008.

Uma série baseada nessa trama, que coloca várias pessoas presas em um estabelecimento comercial enquanto um misterioso nevoeiro cobre a cidade, cheio de criaturas sobrenaturais e perigosas, certamente agradaria. Entretanto, dois fatores deixaram um receio sobre essa produção: as notícias de que a trama seria abertamente modificada, seguindo o padrão de Fargo e os erros cometidos em Under The Dome, baseado no livro do mesmo autor, que poderiam ditar o tom dessa nova obra também.

Aparentemente, esses receios não se encaixam em The Mist. O piloto apresentou uma produção interessante, que consegue manter o terror e o suspense mesmo modificando muito da trama original. A questão é que as modificações, até o momento, não chegam a afetar o entendimento geral, mas como são sobre relações pessoais, podem atrapalhar no futuro se resolverem abusar da carga dramática.

The Mist
The Mist | Imagem: Spike

Esse episódio foca em apresentar os personagens principais e seus dilemas, e colocar o nevoeiro no contexto. Abrindo com uma cena onde uma pessoa acorda desorientada e vê um cachorro ser destroçado dentro na névoa- e logicamente sendo o personagem que irá tentar avisar todos sem que ninguém dê atenção-, o roteiro já mostra o perigo que todos estão correndo, para então partir para momentos mais íntimos da família principal.

Várias subtramas são criadas, tratando de alguns assuntos polêmicos como uma professora que é demitida por tratar abertamente de sexo nas aulas; uma adolescente que acusa o filho de um policial de estupro e um garoto que não se apega a gêneros sexuais e por isso sofre problemas na relação com o pai. São essas as principais mudanças, onde a família principal não é mais composta pelo pai e seu filho criança presos em um mercado com vários estranhos, mas sim uma situação conectadas, onde os envolvidos- que pelo que tudo indica ficarão presos em um shopping- são conhecido e tem suas rinchas pessoais.

The Mist apresenta muitas diferenças, porém ainda entrega o melhor de Stephen King. Dando poucas dicas do que realmente existe dentro do nevoeiro, em um belo visual, a produção do canal Spike não tem medo de mostrar algumas cenas mais fortes e com isso prova que terá muito terror nela. O tom do roteiro consegue manter o suspense necessário e promete prender o público nessa trama. Se não começarem a abusar do drama que foram iniciados nas subtramas, a série será promissora.

Quer comentar sobre as produções com pessoas que possuem o mesmo interesse? Entre no nosso grupo do facebook e comece a discussão!

Resumo
Nota do Thunder Wave

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui