quinta-feira, 5, agosto, 2021
InícioLivrosEntrevistasEntrevista com Bruno Capelas, autor do livro Raios e Trovões: A história...

Entrevista com Bruno Capelas, autor do livro Raios e Trovões: A história do fenômeno Castelo Rá-Tim-Bum

"É essa história, de gente comum, que cresceu, estudou e trabalhou em prol de educação e cultura, que eu quis contar."

Certas histórias nasceram para serem contadas e se tornarem imortais. E é isto o que aconteceu com o Castelo Rá-Tim-Bum, um fenômeno cultural da televisão brasileira. Mesmo que jamais tenha assistido a algo do Castelo, com certeza conhece seus bordões. Mas como isto tudo aconteceu?

A criação e toda a história deste sucesso da TV Cultura é contada no livro Raios e Trovões: A história do fenômeno Castelo Rá-Tim-Bum do autor Bruno Capelas e lançado pela Summus Editorial. De maneira simples e direta, Capelas dá uma verdadeira aula de história, no melhor estilo do Castelo, a respeito da TV Cultura, do Castelo e principalmente seus bastidores. Mas como todo livro, falta sempre aquele “algo”, e desta forma fomos buscar através de uma entrevista com o autor para sabermos mais um pouco de sua obra e dele próprio!

Voltar

1. 1. Por que escrever um livro sobre o Castelo em si?

O Michael Azerrad, um jornalista e escritor americano que escreveu muito sobre rock alternativo (leiam Our Band Could Be Your Live!!!), tem uma frase muito importante e que me guiou durante todo o processo de fazer o Raios e Trovões: “se ninguém escreveu o livro que você quer ler, então vá lá e escreva”. Desde moleque, eu sempre gostei de ler sobre coisas que eu gosto muito (parece uma redundância, mas nem sempre é). Devorei biografias de artistas, livros sobre movimentos e épocas musicais – três que sempre cito como influências diretas são o A Era dos Festivais, do Zuza Homem de Mello, o Chega de Saudade, do Ruy Castro, e o A Divina Comédia dos Mutantes, do Carlos Callado. E eu sempre quis ler um livro sobre o Castelo, que é uma referência “desde sempre” para mim. Mergulhar na história do Castelo Rá-Tim-Bum foi um exercício de entender a minha infância. 

Eu nasci em 1992 e faço parte do que muita gente chama de “geração Cultura”, que cresceu tendo a emissora da Fundação Padre Anchieta como babá eletrônica, vendo programas como o Castelo, Mundo da Lua, X-Tudo, Rá-Tim-Bum, Glub Glub, entre outros. Todos os dias, eu chegava da “escolinha” e via o episódio do dia, já em alguma reprise, enquanto minha mãe fazia o jantar. O ponto de partida de gostar do Castelo foi justamente por aí. Já o livro começou como meu trabalho de conclusão de curso pela ECA-USP em Jornalismo, em 2014. Na época, eu só sabia que precisava ser algo de que eu gostasse muito, para conseguir passar alguns meses debruçado sobre o tema. Estava vendo TV com a minha irmã, dez anos mais nova, e estava passando o Castelo. Em vez de tirar do canal, como eu sempre fazia, assisti com ela o episódio até o final e aquilo me intrigou. “Eu gosto tanto disso, mas por que é que eu continuo gostando disso como adulto?”. Fui buscar referências sobre e não encontrei nenhuma, então achei que era meu trabalho resolver esse problema. 

E bem, acho que um livro sobre uma obra de arte não é só sobre essa obra de arte em si, mas também sobre o mundo em que ela foi gerado e o legado que ela deixou. Escrever a história do Castelo foi uma forma de recontar (e entender) a história recente do Brasil de uma forma bastante específica — uma história de como, a despeito de problemas econômicos e limitações técnicas, um grupo de gente muito interessante usou e abusou de sua criatividade, deixando um marco histórico, uma das maiores identidades da cultura pop e da cultura brasileira, de modo geral. É essa história, de gente comum, que cresceu, estudou e trabalhou em prol de educação e cultura, que eu quis contar — tanto quanto as curiosidades de porque havia uma árvore no meio de um Castelo ou de quantos livros tinha na biblioteca do Gato Pintado

Entrevista com Bruno Capelas, autor do livro Raios e Trovões: A história do fenômeno Castelo Rá-Tim-Bum 9
Summus Editorial
Voltar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Nerd Social

Resenha | Livre – Cinquenta tons de liberdade pelos olhos de...

0
Reviva a sensualidade, o romance e o drama de Cinquenta tons de liberdade ― a história de amor que cativou milhões de leitores em todo o mundo ― a partir dos pensamentos, reflexões e sonhos de Christian Grey.

Siga nossas redes sociais

6,914FãsCurtir
2,954SeguidoresSeguir
4,250SeguidoresSeguir

O Senhor dos Anéis | Série Original Amazon tem data de...

0
A aguardada produção estreará exclusivamente no Prime Video em mais de 240 territórios e países

Falando de Roteiro

Thunder FIC´s | Fábrica de Ideias Cinemáticas é mais do que...

0
A FIC´s consegue juntar todos os mini cursos em um único, aprofundando não apenas a sua escrita, criatividade e profissionalismo, mas também o trabalho do roteirista como um formador de opinião.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
Entrevista com Bruno Capelas, autor do livro Raios e Trovões: A história do fenômeno Castelo Rá-Tim-Bum 19

Um adeus a Merlin

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave