Na última segunda-feira, o mundo ficou devastado com o ataque terrorista em Manchester, Inglaterra, logo após o show de Ariana Grande. Na ocasião, houve explosão de bombas deixando cerca de 20 mortos e mais de 50 feridos, entre elas, crianças e adolescentes, fãs da cantora. O Estado Islâmico assumiu a autoria do atentado.

Devastada, Ariana usou sua conta oficial no Twitter para se lamentar pelo ocorrido e de acordo com uma fonte próxima à cantora, ela teria entrado em contato com todos os familiares das vítimas, disposta a arcar com todas as despesas fúnebres. Surgiram rumores de que sua equipe cancelaria alguns shows da atual turnê, Dangerous Woman, justamente por conta do dia fatídico.

Hoje, a equipe da cantora confirmou oficialmente por meio de uma nota.

Pedimos para que todos continuem a apoiar a cidade de Manchester e todas as famílias afetadas por esse ato de violência covarde e sem sentido. Nosso modo de viver foi novamente ameaçado, mas vamos superar isso juntos. Obrigado“, disse o o porta-voz de Ariana, que na ocasião, anunciou o cancelamento dos shows em Londres e também, das demais apresentações até o dia 5 de junho.

A partir dessa data, algumas apresentações da turnê ainda na Europa e incluindo o Brasil e América Latina, estariam pendentes. Ariana voltou para casa e desembarcou no aeroporto de Boca Raton, na Flórida, e na ocasião foi recepcionada por seu namorado, o rapper Mac Miller. Visivelmente abalada, foi fotografada recebendo carinhos do namorado e juntos, deixaram o aeroporto.

Ariana desembarcando no aeroporto de Boca Raton, na Flórida, e sendo recepcionada por seu namorado, o rapper Mac Miller | Foto/Divulgação: Splash News

O Thunder lamenta profundamente o que ocorreu em Manchester. E independente de fanbases, o que prevalece é o amor e o apoio mútuo que devemos ter quando algo desse tipo acontece. Oremos por todas as vítimas e pelos familiares que perderam seus entes queridos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui