quarta-feira, 30, setembro, 2020
Início Eventos Cobertura Eventos ‘Eu nunca vou deixar de ser o Logan’- Hugh Jackman fala sobre...

‘Eu nunca vou deixar de ser o Logan’- Hugh Jackman fala sobre o filme em SP

Rezo para o fãs do Wolverine falarem: 'Finalmente, é esse Wolverine que eu quero ver', disse o ator

Ontem Hugh Jackman nos deu o prazer de sua companhia e veio a São Paulo promover Logan, último filme do ator no papel de Wolverine, após 17 anos nesse icônico personagem. O australiano participou de uma coletiva de imprensa, onde conversou com os jornalistas sobre a produção. O ator veio logo após participar da estreia em Berlim, chegando no Brasil às 6 da manhã e tendo a experiência paulista, já tomando de cara um pingado em um bar da cidade e gravando um vídeo em português para anunciar sua chegada (veja abaixo). Mesmo com os horários atolados, Jackman não deixou o bom-humor de lado e esbanjou simpatia ao responder as perguntas.

Estou feliz de estar em São Paulo tomando meu primeiro pingado // I’m happy to be in São Paulo drinking my first pingado at Padoca do Mani

Uma publicação compartilhada por Hugh Jackman (@thehughjackman) em

Logan é o filme que finalmente entrega o Wolverine que queremos ver no cinema e Hugh Jackman afirmou que seu intuito era exatamente esse, ele queria dar ao público a chance de vibrar com o personagem e afirma “Não queria que fosse uma adaptação de quadrinhos. Queria que fosse o filme definitivo sobre este homem. Algo que, ao olhar para trás, eu tivesse orgulho”. E de fato conseguiu, se quiser saber mais veja o motivo em nossa crítica de Logan.

Despedidas são sempre complicadas, mas o ator afirma não estar triste por dizer adeus ao mutante. “Não posso dizer que sentirei falta dele, porque ele está sempre comigo. Eu cresci com ele. Ele faz parte de mim”, disse. “Eu fico emotivo de ver o quanto cresci com esse papel, o quanto ele me ensinou. Sempre senti que existia uma história mais profunda sobre o personagem”, completou.

Ele conta ainda que há dois anos acordou durante a madrugada com a ideia do que queria mostrar em Logan: “Foi a primeira vez que tive a sensação de gerar algo, mesmo não escrevendo ou dirigindo o filme”.

Sobre a violência mais explicita de Logan, Jackman reforça que, diferente da maioria dos filmes da Marvel, não é uma produção que pode ser assistida por crianças, como todo filme do herói deveria ser desde o início. “É violento de propósito. Não dá para entender Logan sem entender que este é um homem criado para ser uma arma. Quando alguém morre, elas morrem e isso é muito importante para mostrar a importância das escolhas que fazemos e suas consequências”, afirmou.

‘Eu nunca vou deixar de ser o Logan’- Hugh Jackman fala sobre o filme em SP 1
Hugh Jackman esbajndo bom-humor durante a Coletiva
Foto: Divulgação

Logan tem uma ambientação mais faroeste e sobre as referências que o ajudaram a compor o personagem nesse último filme, Jackman relata que “Uma delas foi Os Imperdoáveis, de Clint Eastwood, que também serviu como inspiração para o quadrinho Old man Logan (no qual o filme é baseado). Outra é O Lutador, de Darren Aronofsky, que mostra o personagem principal abandonando os ringues”.

Sobre o resultado do filme, o ator diz que chorou ao assistir o filme pronto. “Senti que alcançamos o coração do personagem e vários momentos da trama mexem comigo, um deles é a cena que levo Xavier escada acima, outro é o final, a fala marcante que ele diz para a Laura”. Ainda completa “Quando assisti fiquei legitimamente emocionado e senti que ele finalmente teve paz. E também me senti em paz, porque consegui fazer o que queria depois de 17 anos ligado a esse personagem. Esse filme teve um grande impacto para mim, porque mostra a diferença entre o certo e o errado e as consequências de suas escolhas.”

17 Anos de Wolverine

Sobre o começo de sua carreira como Wolverine, Hugh conta, cheio de bom humor, que na realidade não conhecia os X-Men. “Nunca tinha ouvido falar dos X-Men. Minha esposa achava a ideia ridícula, não queria que eu fizesse. Foi a única sugestão errada que ela me deu. Não digam isso a ela!”, brincou.

“17 anos atrás, ninguém entendia o tamanho da base de fãs de quadrinhos e até os meus amigos achavam que não daria em nada. E aqui estamos, quase duas décadas depois. Bryan tomou algumas decisões ousadas no primeiro X-Men. Ele disse que estávamos fazendo um filme sobre pessoas e discriminação, não sobre super-heróis. Espero que Logan seja considerado como uma revolução também”, comentou o ator sobre a trajetória dos X-mens no cinema.

Logan estreia em 02 de março e será o último filme do Wolverine com Hugh Jackman.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,008FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,359SeguidoresSeguir

Desafio Sob Fogo Brasil e América Latina: Três brasileiros disputam a...

0
Cléber, Milton e Sandro estão entre os quatro finalistas da terceira temporada da competição que aqueceu os corações dos cuteleiros amadores. Qual brasileiro conquistará o tricampeonato?

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave