Séries Críticas

Final de Spartacus

3
7243

foto

Terminou nesta sexta-feira dia 12.04.2013, o maravilhoso seriado Spartacus, e em homenagem à todos esses ótimos atores, aqui vão algumas informações. Para quem ainda não assistiu ao seriado, e para quem já acompanha, algumas considerações, principalmente para aqueles que como eu vão sentir um vazio nas noites de sexta….

Spartacus um gladiador  que liderou a revolta dos escravos contra Roma.

A serie exibida pelo canal Starz desde 2009, criada por Joshua Donen e Sam Raimi, com 4 temporadas, respectivamente: Spartacus Blood and sand com 13 episódios, God of Arena com 10 episódios, Vengeance com  10 episódios e War of the Damned com 10 episódios.

Spartacus, um soldado de Roma, comandado por Claudius Glaber, após  discordar de Claudius ao rumo da batalha, é separado de sua amada esposa e ambos vendidos como escravos. Spartacus vai parar no ludus de Batiatus, e torna-se um gladiador, e com a promessa de ver novamente a sua esposa, torna-se o melhor gladiador do ludus. Mas ao ver sua esposa morta, se revolta e incita todos os outros gladiadores a se rebelarem, partindo então para a conquista de suas liberdades e a de outros escravos que vão libertando pelo caminho, travando uma guerra entre os romanos.

A série é o mais fiel possível com a história da época, tendo cenas de nudismo, sexo e violência, mesclada com muito sangue, tudo tão bem feito, com muito jogo de inteligência, que agrada a todos.

GanniccusCesar

 

 

 

 

 

Os personagens:

Spartacus(Andy Whitfield  na primeira temporada e nas restantes por Liam McIntyre), Crixus(Manu Bennett), Agron(Daniel Feuerriegel), Ashur(Nick Tarabay), Naevia(Cynthia Addai-Robinson), Ganniccus(Dustin Clare), Glaber (Craig Parker), Batiatus(John Hannah), Lucretia(Lucy Lawless), Varro(Jai Courtney), Oenomaus(Peter Mensah), Crassus(Simon Merrells), Caesar(Todd Lasance), Tiberius(Christian Antidormi),  são uns dos principais atores desse maravilhoso seriado, que primam por suas excelentes interpretações.

 

Andy

Devo ressaltar que o ator Andy Whitfield que começou o seriado, estava doente na época e trabalhou maravilhosamente bem, com muita força, coragem e maestria, terminou a primeira temporada, vindo a falecer logo depois, e muitos ficaram apreensivos com a substituição, achando que ninguém iria fazer tão bem, mas Liam conseguiu levar muito bem o resto da série, mesmo assim Andy deixou muita saudade e muita admiração nos corações das pessoas, ele foi um exemplo .

O seriado tem uma excelente fotografia, enredo, trama bem desenvolvida, ótimos efeitos, som e apresentação.

Para quem não viu, vale a pena assistir tudo de uma vez agora. Meus parabéns ao produtor Steven S. DeKnigh, que soube conduzir muito bem a série, dando um desfecho ótimo, e que mostrou muito carinho e respeito tanto aos fãs como aos atores, brilhante!Todo produtor deveria ser assim.

os quatro

Uma curiosidade : Segundo biografias históricas da época e dos livro Spartacus do autor Howard Fast e Espartaco e seus gloriosos gladiadores do autor Toby Brown, Spartacus foi um gladiador romano que liderou uma das mais importantes revoltas de escravos da Roma Antiga, conhecida como “guerra servil” ou “guerra dos gladiadores”, foi a última rebelião de escravos contra a república romana, ocorrida entre 73A.C e 71 A.C. De acordo com historiadores, esta revolta teve a participação de cerca de 70.000 escravos.

Spartacus nasceu na Trácia, região histórica do sudoeste da Europa, em 120 A.C., seu fim foi na cidade de Basilicata (região da Itália Meridional). Recebeu treinamento de gladiador e participou de vários espetáculos de arena.Tornou-se na história uma referência do movimento contra a escravidão na Roma antiga.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR