domingo, 18, abril, 2021
InícioFilmesCríticasCrítica: O Grande Herói

Crítica: O Grande Herói

Autopropaganda de qualidade

Não é segredo para ninguém que os Estados Unidos usam de uma situação para promover seu exército transformando-as em obras, às vezes nem mesmo em algo relacionado em guerra, podemos ver ficções cientificas que costumam colocar os soldados e/ou presidente como heróis até mesmo em invasões alienígenas. O Grande Herói (Lone Survivor) não nega essa propaganda, já colocando no título que pretende mostrar o atos heroicos de um americano, não teria como ser sutil em relação a isso, porém é uma propaganda honesta, que funciona e engrandece o time envolvido sem abusar de momentos forçados.

Baseado no livro originalmente lançado como O Único Sobrevivente e agora re-lançado como O Grande Heroí, escrito pelo próprio SEAL que viveu a história, Marcus Luttrel, o longa conta como foi a missão da Marinha Americana, em 2005, onde quatro SEAls foram enviados ao Paquistão para capturar um líder da al-Qaeda, mas apenas um conseguiu voltar.

É o típico caso de sinopse que entrega o final, porém esse não é um problema nessa produção, o que realmente importa é ver como isso acontece. Atualmente, grandes cenas de violência durante a guerra não são mais tão impressionantes e talvez por isso a trama segue o caminho oposto, mesmo usando de muitos – e bons- efeitos especiais, não investe em colocar grandes exposições de membros mutilados, e sim no emocional. Para isso o roteiro te apresenta intimamente os membros da missão, dando detalhes de suas vidas cotidianas fora do exército.

Tudo acontece muito rápido e dá ao espectado a sensação de fato conhecer um pouco da vida de Marcus Luttrell (Mark Wahlberg), Michael (Taylor Kitsch), Danny (Emile Hirsch) e Axe (Ben Foster). Logo de cara é apresentado o puxado treinamento dos SEALs tiveram, seguido por vários momentos deles interagindo com seus familiares e entre si, o que automaticamente gera uma grande simpatia pelos personagens.

O grande Heróis elenco
O Grande Herói | Imagem: Paris Filmes

O longa não foge de cenas típicas de produções sobre a guerra, mas o excesso de tensão compensa os pequenos deslizes e consegue prender o espectador sem nenhuma dificuldade. Sem ser nada apelativo para a violência excessiva, O Grande Herói consegue se destacar dos demais filmes, deixando até uma surpresa com uma inesperada gratidão à um Afeganistão.

O Grande Herói é uma obra de qualidade, que lhe rendeu indicações ao Oscar de melhor mixagem e melhor edição de som. É o tipo de produção que promete ficar um bom tempo na cabeça do espectador.

Veja a ficha técnica e elenco completo de O Grande Herói

Nota do Thunder Wave
Mesmo tendo uma certa propaganda e indicando o fim, a obra é bem executada.

4 COMENTÁRIOS

  1. Esse filme é sensacional, eu fiquei pensando nele por várias semanas. E eu achei interessante o nome do filme traduzido. O tal herói não é nenhum dos soldados, mas o afegão. E ficou melhor assim, apenas traduzir o título ficaria um nome bem ruim.

  2. Esse filme realmente fica semanas na cabeça, é uma obra que consegue te tocar fundo. O título na realidade foi traduzido conforme a tradução do título no Livro no Brasil. Recomendo a leitura, se desejar. O livro também chama O Grande Herói e foi escrito pelo próprio Marcus Luttrell. Obrigada pelo comentário.

  3. Eu particularmente prefiro a tradução literal do nome original, ate porque o ato de bravura e na hora que o cara sobe a montanha pra fazer a ligação pro resgate, sem dar spoilers quem assistiu sabe oque ocorre. por fim esse nome não me agrada tanto que comprei o livro com nome de “O Único Sobrevivente” porque o nome “O Grande Herói não faz sentido pra mim”

  4. Um militar que, em nome de uma ética inútil numa guerra desleal contra o terror, torna-se responsável pelo fracasso da missão, morte de inúmeros soldados e civis, e mesmo assim é enaltecido como “o grande herói” na tradução brasileira, com direito a foto sorrindo feliz ao final na companhia do afegão que o salvou. Incrível como o discurso bonito convence a massa. Não consigo crer que uma decisão de um pamonha tenha causado tanto estrago perfeitamente previsível e as pessoas não enxerguem que esse péssimo filme tem a intenção de dizer que o certo é jogar bem limpinho contra quem joga sujo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

6,919FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,324SeguidoresSeguir

Conheça a Perícia Forense Digital: da coleta das evidências à entrega...

0
Quem optar por essa função tem, por missão, o cuidado com as evidências, sua preservação, guarda, e registro para levar as autoridades a verdade.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
Crítica: O Grande Herói 9

Um adeus a Merlin

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave