sábado, 23, janeiro, 2021
Início Eventos Green Valley é eleito melhor club do mundo pela quarta vez

Green Valley é eleito melhor club do mundo pela quarta vez

Pela quarta vez, o título de melhor club de música eletrônica do mundo vem para o Brasil. Fica em Santa Catarina, no litoral norte, a casa que está no topo do ranking internacional criado pela revista DJ Mag. A votação popular e é uma das mais prestigiadas da categoria no planeta.

Se manter no topo com o título de tetra era o único objetivo do Green Valley este ano. “Esse título não beneficia apenas o Club, mas aquece o mercado local e nacional, desde o turismo ao nível artístico que tem cada vez mais qualidade no país”, afirma o sócio-diretor Eduardo Phillips.

Leia também a Experiência de uma balada liberal

“Do Brasil para o mundo” foi o slogan da campanha usada este ano pelo Club, que engajou o seu público e fãs a votarem expressivamente, batendo recordes de acessos e mantendo o título no Brasil – completamente fora do circuito tradicional da e-music. O Green Valley é único fora da Europa com esta premiação, e já conquistou o topo em 2013, 2015, 2018, e agora, 2019. “É muito importante para nós o reconhecimento do público e da crítica especializada. Essa colocação no ranking é a consolidação de um trabalho constante de renovação e esforço para se manter entre os melhores mesmo com os problemas econômicos do país”, diz Phillips.

A premiação é realizada pela revista britânica DJ Mag, a mesma que elege o top 100 dos melhores DJs do mundo e que comanda as tendências da música eletrônica mundialmente. A publicação londrina já conta com 28 anos de história e é referência absoluta no segmento, sendo considerada a “Bíblia da música eletrônica”.

Aberto em novembro de 2007, o clube de música eletrônica Green Valley se tornou referência e ajudou a consolidar a região do litoral norte de Santa Catarina como uma das mecas da e-music mundiais, ao lado de ícones como Ibiza, na Espanha, e Londres, na Inglaterra. “Quem já passou pelo Green Valley sabe que há sempre uma mega produção em que os mínimos detalhes são checados. Por noite, só no palco principal – que possui 22 metros de boca de cena, 12 de profundidade e 9 de altura – são utilizados 80 mil Watts de som. Toda essa estrutura faz do clube um importante ponto turístico, que movimenta uma série de itens da economia catarinense e brasileira”, finalizou Philipps. Já passaram pelo mainstage as principais atrações do cenário eletrônico mundial, como Afrojack, Alok, Alesso, Armin Van Buuren, Axwell, David Guetta, Dimitri Vegas & Like Mike, Fatboy Slim, Hardwell, Kaskade, Martin Garrix, Steve Angello, Steve Aoki, Tiesto, entre muitos outros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

6,954FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,349SeguidoresSeguir

Crítica | Lupin

0
Omar Sy na pele de Assane/ Lupin faz toda a diferença com seu charme e boa atuação. É uma série divertida, bem construída e se distancia das demais de mesmo gênero. É um "Sherlock Holmes" às avessas. Lupin já pode ser considerada um grande sucesso de 2021.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
Green Valley é eleito melhor club do mundo pela quarta vez 6

Um adeus a Merlin

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave