Conforme noticiamos aqui no Thunder, em agosto passado, de que James Gunn poderia integrar o quadro de funcionários da Warner, ao que tudo indica, o diretor encontra-se em negociações com os estúdios para debutar com um projeto audacioso.

Pelo menos, é o que afirma o portal Hollywood Reporter. Em sua publicação, o site garante que Gunn pode dirigir e roteirizar Esquadrão Suicida 2, da DC e se depender de David Ayer, diretor do primeiro filme, essa contratação pode vir mais breve do que imaginamos. Em seu perfil no Twitter, Ayer ofereceu total apoio à contratação de Gunn. “Eu acho que é uma atitude incrivelmente corajosa e inteligente do estúdio“, disse o cineasta. “James é o homem certo para o trabalho“, tuitou.

Ainda de acordo com o site americano, o projeto não se trata de uma sequência do primeiro longa e sim, de um reboot. Caso seja verdade, Gunn terá a oportunidade de reiniciar a franquia através de sua própria visão. “Fomos informados que o Esquadrão Suicida de Gunn não será uma sequência, ele terá uma visão totalmente nova sobre o grupo de vilões“, disse a postagem. “Se isso significa uma reformulação total ou não, ainda não está claro“, garante o site.

Até o momento, a ideia é manter alguns dos atores em seus devidos papéis, como é o caso de Margot Robbie dado vida a sua Arlequina. Até o momento, nem a Warner e nem James Gunn se pronunciaram a respeito da contração, o que deve sair, muito em breve, através de uma nota oficial.

Em nossas redes sociais, atualizações sobre o caso.

Siga-nos no Twitter e também, no Instagram
Curta a nossa fanpage e fique por dentro de tudo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui