quarta-feira, 27, outubro, 2021

Crítica: Kick Ass 2

Lançado em 2010, Kick Ass-Quebrando Tudo impressionou o público pela quantidade de violência gráfica em uma adaptação, principalmente envolvendo uma jovem, a Hit-Girl (Chloë Grace Moretz). Porém, desagradou alguns fãs por não ser exatamente fiel à HQ original.

Agora chega Kick Ass 2, impressionando por ser muito fiel ao arco em que é baseado. A questão é que o arco em si não possui a melhor das histórias, mas Jeff Wadlow, que substitui Matthew Vaughn no roteiro, consegue polir algumas coisas e entrega um longa satisfatório, que mesmo não sendo impressionante, divertido e despretensioso.

A trama retorna Mindy (Moretz), que está reajustando sua vida após a morte de seu pai. Mindy agora tem 15 anos e passa pelas dificuldades do ensino médio, sofre também com a desaprovação de seu pai-tutor Marcus (Morris Chestnut) com os antigos hábitos da menina e sua identidade de heroína, Hit -Girl. Mindy manteve uma relação bem próxima com Dave (Aaron Taylor-Johnson), que acaba querendo voltar à ser o Kick Ass e tenta convencer Mindy a juntar-se a ele e formar a dupla Hit- Girl e Kick Ass novamente.

Chris (Christopher Mintz-Plasse), agora trabalha no tráfico e ainda deseja vingar-se de Kick Ass pela morte de seu pai. Assim, ele se torna Motherfucker, e forma uma legião de vilões, já que ele não dura segundos em uma luta. Para se proteger, Kick-Ass vai precisar da ajuda de outro heróis e se junta à Legião dos Justiceiros, liderada pelo Colonel Stars and Stripes (o tão comentado papel de Jim Carrey).

Kick-Ass 2
Christopher Mintz-Plasse como Motherfucker | Imagem: Divulgação

Wadlow mantém a obra ambientada no mundo criado por Mark Millar, deixando as lutas de heróis fajutos contra vilões pequeno e acertou ao tirar o exagero das HQ. Por mais que esse longa seja ainda mais violento, o roteiro deixa mais acessível ao remover mortes de crianças, estupros e outros elementos fortes do arco original.

Entretanto, os efeitos já não merecem nenhum crédito. O baixo orçamento resultou em montagens forçadas, com sangues artificiais e digitais mal feitos, que atrapalham a experiência do filme. A montagem comete alguns erros também, em dado momento algumas cenas dispensáveis aparecem, tornando um pouco cansativo e as lutas ganham transições tão rápidas que se não fosse pelas fortes fantasias, deixariam o espectador totalmente perdido nos acontecimentos.

Kick-Ass 2
Jim Carrey em Kick-Ass 2| Imagem: Divulgação

Kick-Ass 2 acaba atendendo as expectativas, mas não chega a ser impressionante. Trazendo alguns novo personagens interessantes, inclusive a curta e marcante aparição de Jim Carrey, o longa serve para matar as saudades dos heróis. Entretanto, não chega a ter o mesmo impacto do primeiro- mesmo sendo mais fiel.

Veja a ficha técnica e elenco completo de Kick-Ass 2

Quer comentar sobre as produções com pessoas que possuem o mesmo interesse? Entre no nosso grupo do facebook e comece a discussão!

Nota do Thunder Wave
Kick- Ass 2 atende as expectativas, mas não chega a ser impressionante.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,958SeguidoresSeguir
4,238SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave