sexta-feira, 1, julho, 2022

Laerte será a homenageada da CCXP Worlds 21

Laerte, uma das mais completas e renomadas artistas do Brasil, será a homenageada da CCXP Worlds 21. Autora de trabalhos em revistas que marcaram a história como ‘O Pasquim’ e ‘O Bicho’, ela irá abrir os painéis de sábado no palco do Artists’ Valley by Santander. Dona de uma história ímpar, ativista e defensora dos direitos trans, a cartunista completou 70 anos este ano. A CCXP não poderia deixar de reconhecer e prestigiar uma artista que tem um trabalho desenvolvido desde os anos 70 e que permanece atual, pujante, necessário. Este ano, a cartunista foi a principal homenageada do Prêmio Comunique-se e recebeu da União Brasileira de Escritores (UBE) o Prêmio Juca Pato, conferido anualmente a personalidades que tenham se destacado em qualquer área de conhecimento e contribuído para o desenvolvimento e prestígio do país, na defesa dos valores democráticos e republicanos. Ano passado, a artista já tinha vencido pela 2ª vez o Prêmio Vladimir Herzog.

Na CCXP, o nome de Laerte se junta ao panteão de homenageados pelo maior evento da cultura pop que já distribuiu a honra para nomes como Mauricio de Sousa, Frank Miller, Renato Aragão, Fernanda Montenegro, Cris Columbus, Cao Hamburger e Neil Gaiman. “Laerte é exemplo e inspiração para todos nós em todas as áreas em que ela atua. Homenageá-la é motivo de muito orgulho para os fãs e realizadores da CCXP”, destaca Ivan Costa, cofundador da CCXP e curador do Artists’ Valley e da programação de quadrinhos do festival.

Laerte concluiu o Curso Livre de Desenho, da Fundação Armando Álvares Penteado, em 1968. No ano seguinte ingressou na faculdade de jornalismo da Universidade de São Paulo, mas não chegou a terminar o curso. O início de sua carreira como desenhista aconteceu em 1970, com o personagem Leão para a revista Sibila. De lá para cá, a artista multifacetada coleciona trabalhos em veículos importantes: além do Pasquim e do Bicho, ela também assinou charges e tirinhas para o Estado de São Paulo e a Folha de São Paulo, bem como as revistas “Piratas do Tietê” e “Labirinto do Minotauro”.

Em 1974, Laerte ganhou o primeiro prêmio no 1.º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, com a charge “O Rei Estava Vestido”. Até no esporte Laerte realizou trabalhos, ela fez cobertura jornalística de três Copas: a de 78, 82 e 86.

Na TV, Laerte atuou como roteirista e colaborou para programas de sucesso da TV Globo, entre eles “TV Pirata” e “Sai de Baixo”. A artista também contribuiu para o programa infantil que conquistou as crianças dos anos de 1990, a “TV Colosso”. Como apresentadora, esteve à frente do “Transando com Laerte”, exibido no Canal Brasil. Já no cinema, participou do curta “Vestido de Laerte”, de Claudia Priscila e Pedro Marques, e do longa “Laerte-se”, de Lygia Barbosa e Eliane Brum.

Em junho, Laerte lançou seu site com todos os seus trabalhos, informações e uma loja com seus livros e produtos exclusivos. Dentro do seu acervo é possível encontrar registros feitos junto a nomes icônicos da charge e ilustração brasileira como Angeli e Glauco.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,825FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
4,221SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave