sábado, 23, janeiro, 2021
Início HQ Artigos Ler é sempre bom - Diferença entre Mangás, Manhwas e Manhuas

Ler é sempre bom – Diferença entre Mangás, Manhwas e Manhuas

Querideeess!! Como de costume dessa “indescritivelmente sem noção e aspirante a escritora” de vocês, esse primeiro parágrafos é para algumas explicações e devaneios da mesma. Como sempre, amores, existe a possibilidade de pular para a dona do título do texto, conhecida por alguns como (pasmem): matéria. Mas se você, como eu, gosta de uma explicaçãozinha ali e outra aqui, convido a todes vocês, a ler esses dois parágrafos que se seguirão. 

“Nossa, eu estava muito cheia de trabalho e acumulada… Estava sem dormir, muita coisa acontecendo e por aí vai…” Sim, dava para falar isso de uma maneira convincente e deixar passar batido, mas na verdade, o que rolou foi falta de organização e cansaço. Não estava lotada de coisa, mas o que eu tinha que fazer foi travado pelo cansaço, e isso estava me impedindo de dar 100% da minha energia, sabe? Enfim, agora, carregada e pronta para entregar 200% voltei, e comigo, meus textinhos doidos e interativos.

Mangás são uma grande tradição minha, assim como HQs. Logo que comecei a trabalhar, todo começo, ou fim do mês, eu dedicava uma parte do meu salário para comprar algum capítulo novo da história que eu estivesse acompanhando na época. Eles por si só já são um grande símbolo cultural japonês. Apesar de ter se tornado mais popular na década de 40, o mangá tem um história muito mais antiga e longa. Com o propósito de registrar as lendas que eram apresentadas pelo Oricom Shohatsu (os teatros de fantoche / teatro de sombras), as histórias começaram a ser escritas e muitas vezes ilustradas em pergaminhos. A partir desse momento, nossos queridos e senhorzinhos (já que os bonitos existem há tudo isso de tempo né gente, ta louco..) mangás surgiram.

Um dos mestres dessa arte que a gente consome tanto (agora realmente eu to falando por mim né, meu salário que o diga né amô) foi o grande Osamu Tezuka, que é o criador de “Astro Boy”.

 Ler é sempre bom - Diferença entre Mangás, Manhwas e Manhuas 1

 

Ele foi o cara responsável por fazer o mangá se destacar por uma característica física das personagens que transmite sentimentos e sensações. Que característica é essa? Eu vou dar um tempo pra vocês pensarem…

5…

4…

3…

2…

1…

Olhos, né galera! Pelo amor de Deus, vamo lá? Me ajudem a ajudar vocês ?!?!?!?! 

Se você, ser de luz, pensou em olhos, boa garotx, é por você que eu sigo fazendo esses textos que não respeitam regras gramaticais, ordem cronológica, afastamento pessoal, ou o básico, né, como linha de raciocínio… Enfim, TMJ!

Ler é sempre bom - Diferença entre Mangás, Manhwas e Manhuas 2

Continuando aqui, é bem necessário entender a importância do mangá, porque sem ele, não existiria o seu; o meu; o nosso querido anime não, viu filhx ! Pois é… “Ah elo, mas eu não gosto de ler….”, “Não consigo entender o mangá porque ele é todo doido ele…”, “Pô, ele é em preto e branco, não consigo entender…” e “ AH, NÃO VEJO GRAÇA…” Essas todas são frases que eu já TIVE que ouvir… Como diria minha vó, melhor ouvir isso que ser surdo, não é mesmo?! Mas é… (A última eu deixei em caps porque a pessoa gritou isso pra mim depois que eu destruir todos os outros argumentos delx, aí fica a dica para vocês entenderem que eu posso ser um pouquinho, ligeiramente, levemente insistente).

Existem diversos tipos de mangás. Se você está procurando algum em específico e não sabe onde começar, talvez seja legal entender qual núcleo você gosta mais. A divisão é bem parecida com a do anime, porque como eu disse, o pai, a mãe, avó, tia, sobrinha, vizinho, do anime é o mangá. E como aquele, esse também tem suas divisões. Shonen que é mais ação e lutinhas, Shoujo, que tem uma pegada mais romântica, Kodomo, que é mais infantil, e por aí vai.. (originalmente eles são divididos por gênero, um é pensado para garotas adolescente, outro para meninos adolescentes, mas como eu não acredito nessa palhaçada, eu divido desse jeito aí de cima, fecho? Estamos de boas? É isso, segue o baile). Enfim, a lista é gigante. Estou me coçando para escrever uma resenha sobre uns animes que eu tô meio viciada, admito, que são de terror e alguns Gore(s),que não são necessariamente de terror mas que estão “pokasideia” para mostrar violência. (Tarantinos do Japão, estão ligados?) Eu vou terminar alguns e depois eu trago, tá? Promessa nossa de cada escrita, a qual só vocês são capazes de me cobrar!

Enfim, além dos mangás, também temos visto um outro tipo de quadrinho que estão dando o nome para os nerds de plantão, principalmente agora em 2020. Eu estou me referindo aos Manhwa e os Manhua. Sim, eles são bem parecidos, mas não, não são iguais. Sim, são anteriores a 2020. Não, eu não conhecia antes desse ano. Sim, são tão viciante quanto mangá. Não, não tem como decidir qual é o melhor… Sim, dá para continuar essa lista pra sempre, e não, essa não é minha intenção. 

O manhwa é a versão coreana do mangá. Apesar de serem parecidos, os manhwas são coloridos e alguns até possuem trilha sonora para acompanhar a história, eu estava lendo um esses dias que a trilha sonora tinha até playlist no Spotify. Pois é meus parças, sem limites para inovações…Na verdade, temos alguns que ficaram bem conhecidos e ganharam suas versões em anime dublado em japonês. É o caso do “The God of High School” por exemplo, que foi serializado agora em 2020, e o “Tower of God” deste ano também.

 

Ler é sempre bom - Diferença entre Mangás, Manhwas e Manhuas 3 Ler é sempre bom - Diferença entre Mangás, Manhwas e Manhuas 4

Ambos se tornaram animes pela plataforma Crunchyroll e os dois são manhwas que são facilmente encontrados no Webtoon, um App massa, criado em 2003 e que para quem está afim de conhecer mais sobre esse tipo de quadrinho, lá está tudo bem divididinho por núcleos, dramas, ação, romance, terror etc e é bem legal para começar. Você também consegue conhecer xs autores, através das redes sociais disponibilizadas no App. Ah, a modernidade, não é mesmo, meus caros?! Uma coisa boa para a galera ocidental desavisada, é que a ordem de leitura do manhwa é parecida com a das HQs, da esquerda para a direita. Não que pelos Apps de leitura faça diferença, afinal, você tem essa opção em muitos. Como nem tudo são flores, o app é meio que gringo então você só consegue ler em inglês “ah mas eu consigo ler em ingles, isso não é um problema” Ta queridx, solta fogos… Para você, guerreirx de fé, o Manga Livre tem traduzido alguns mas está bem atras das publicações, calma ta, é só ter paciência que eles terminam. As histórias são muito boas, tanto quanto os mangás, e esse novo jeito de ver tudo colorido e as vezes, com som, é uma coisa boa para quem gosta mas inegavelmente diferente para todes. O manhua é a versão chinesa dos quadrinhos, também bem parecido, mas com traços não tão exagerados, eles chegam mais perto dos desenhos mais realista mas ainda temos conseguimos perceber que é diferente. 

Bora fazer um resumão do texto todo?

Quando se tem acesso ao material de leitura daquilo que se está assistindo, você tem mais propriedade para criticar. Do mesmo jeito que a molecada do futebol escolhe ex jogador para comentar partida, sabe? É legal você ter as diferenças entre um e outro porque algumas vezes, o autor do original não é o diretor ou o produtor do anime, e isso pode gerar uma grande diferença estética no trabalho. Foi o que aconteceu com o “The god of High School”, quem leu sabe que o manhwa deu uma sofrida alí. Funciona do mesmo jeito que os filmes baseados em livros, sabe? (Nunca vou superar o que fizeram com os livros e filmes do Percy Jackson do Rick Riordan). 

Outra coisa importante é que ler é sempre muito util e muito bom. As vezes você tem preguiça de começar qualquer tipo de leitura e as vezes simplesmente não pertence a você essa vontade e essa curiosidade… Mas talvez você só esteja lendo algo errado, algo que não pra você… Porquê não começar ou tentar algo mais divertido, mais artístico, mais detalhado?! Se hoje eu consigo dar conta de ler texto acadêmicos, ler matérias jornalísticas até o fim, ler livros sobre assuntos específicos entre outros, é por causa do meu histórico de mangás e quadrinhos em, não vou mentir não… Alias, obrigada!

Enfim, agora duas  dicas e uma promessa para vocês seguirem o baile com uma leitura boa e diversificada. 

  1. Vocês podem baixar aplicativos de leitura desse conteúdo aí tudo no celular, viu? Eu uso muito o Webtoon como eu falei ali, o Eli’s mangas (saudades da versão antiga, era meu favorito, mas né?!), o Mangá Rock, que eu baixei pelo Google direto, o Comixology que é mais focado para HQ. Ele também é gringo, o que só ajuda quem manja de ingles. Além de todos esses, também uso o mangá livre, ele é super bom, tem tudo traduzido, pra quem não manja de inglês (e está tudo bem, você tem todo o direito, viu amô). O único ruim é que ele está um pouco atrás dos lançamentos mas está lá, mangás, manhuas e manhwas, tudo divididinho e funcionando e bem.
  2. Lá na liberdade, tem uma loja que chama Anime Hunter. Eles dão um desconto legal dependendo da quantidade de mangá que você comprar, tipo quanto mais, mais desconto. Apesar dos aplicativos que eu indiquei ali serem bons, nada substitui é melhor que pegar o mangá / HQ físico mesmo, abrir no meio, sentir o cheiro, e devorar o bichinho no busão sem dó… AI, SAUDADES! Eles funcionam lá na Galvão Bueno, / Av, Liberdade (tem saída para os dois lados) no terceiro andar da galeria 363. 

A promessa agora é que voltarei com esse papo de anime e mangá logo menos para a gente falar só sobre anime de terror. Quem sabe nesse novo texto a gente não consegue ser mais breve né Elo, sem tanta desculpas, sem muitas delongas… Éeeeeeeeee… nã! Amores, vocês já me conhecem né… Vamos lá!?!?

(Não vou nem explicar a ref dessa última frase em, pelo amor de Deus… )

E é isso, sem mais delongas, falei horrores para chegar nas perguntas mais importantes:

Você lê algum desses que eu falei aí?

Qual?

Como você faz para ler?

Falem comigo amores!!

(A ref é do “Eu a Patroa e as Crianças”. Tá vendo? Eu mimo de mais vocês…)

Até o próximo texto!

Escrito porElo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

6,954FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,349SeguidoresSeguir

Crítica | Lupin

0
Omar Sy na pele de Assane/ Lupin faz toda a diferença com seu charme e boa atuação. É uma série divertida, bem construída e se distancia das demais de mesmo gênero. É um "Sherlock Holmes" às avessas. Lupin já pode ser considerada um grande sucesso de 2021.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
Ler é sempre bom - Diferença entre Mangás, Manhwas e Manhuas 10

Um adeus a Merlin

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave