quarta-feira, 27, maio, 2020
Início Séries Artigos Strager Things | 5 Características que diferenciam a série

Strager Things | 5 Características que diferenciam a série

Um comparativo com novidades, elementos e assuntos das duas temporadas

Que Stranger Things é um sucesso desde o seu lançamento, no ano passado, e que vem a cada dia ganhando mais fãs para a turma, ninguém tem dúvidas. Vários elementos de sucesso foram inseridos no projeto que fazem do produto um verdadeiro acerto no mundo nerd/geek e também, da Netflix.

A série foi criada por Matt e Ross Duffer (The Duffer Brothers), dois irmãos gêmeos que antes de terem seus nomes expandidos para todo o mundo, desde 2015 já trabalhavam em séries do mesmo estilo. Por isso, em comemoração a esse sucesso e ao lançamento da segunda temporada, resolvemos destacar alguns elementos da série e comparar as duas temporadas.

2. O empoderamento feminino

Não é porque estamos inseridos nos anos 80 que as mulheres devem ser esquecidas. A luta delas por seus direitos não é novidade para ninguém e até os dias de hoje, precisam se reafirmarem diariamente para conquistarem seus objetivos. Esse é um dos conceitos do feminismo contemporâneo, a equiparação nos direitos entre homens e mulheres.

Na série, vemos três mulheres em destaque: Joyce Byers (Winona Ryder), Nancy Wheeler (Natalia Dyer) e talvez a mais querida por todas – e já conto o porque -, Eleven (Millie Bobby Brown). Claro, outras mulheres que ganharam mais destaque na segunda temporada, como foi falado na nossa crítica.

Joyce é viúva e com muito sacrifício, criou (e ainda cria) seus filhos Jonathan (Charles Heaton) e Will (Noah Schnapp). Na primeira temporada, logo no primeiro episódio, a gente consegue ver o contraste social se compararmos a casa dela com a dos amigos de Will.

É possível notar também, que ela não é de fazer grandes amizades e ao que parece, não é bem-vista pelos moradores da pequena Hawkins. E com unhas e dentes, para defender sua família e seus filhos, toma medidas um pouco drásticas mas logo vemos que se trata de amor materno. Nancy se mostrou bem mais forte do que parecia ser e seu crescimento na segunda temporada, foi absurdo. Ela que parecia uma menina fútil, dessas bem clichês retratadas em filmes dos anos 80, encorajou-se ao adentrar no mundo invertido.

Por fim, temos Eleven, a garotinha que consegue levantar um furgão só com o poder da mente. Mas não só isso, faz coisas maravilhosas na primeira temporada e que poderiam continuar fazendo na segunda, se não fosse a trama em que a personagem foi inserida e como foi relatada na crítica, poderia ter sido evitado. Com tudo isso, os poderes da menina são bem explorados e usados no momento certo. Talvez seja por isso que a personagem seja tão querida pelos fãs da série.

Leia - Crítica: Stranger Things - 2ª Temporada
Strager Things | 5 Características que diferenciam a série 3
As atrizes Winona Ryder, Millie Bobby Brown e Natalia Dyer | Foto/Reprodução: Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,058FãsCurtir
3,087SeguidoresSeguir
4,425SeguidoresSeguir

Entrevista | Julianna Gerais fala sobre seus projetos em entrevista exclusiva

0
Atriz faz parte do elenco de protagonistas da série "Todxs Nós", da HBO, que debate temas voltados a comunidade LGBTQI+

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave