O que você precisa saber para assistir Cyberpunk: Mercenários na Netflix

Mais um jogo está ganhando uma adaptação pela Netflix. Desta vez quem chegará para o canal de streaming é Cyberpunk: Mercenários (Cyberpunk: Edgerunners no original), mais um produto da CD PROJEKT RED, o estúdio de desenvolvimento de videogames por trás da série de jogos The Witcher e Cyberpunk 2077.

E os fãs do universo de anime e da empresa, já neste mês poderão conferir a nova adaptação. Por isso, continue e confira quando Cyberpunk: Mercenários estreia, quem é a responsável, trailer, entre outras curiosidades.

Quando estreia Cyberpunk: Mercenários na Netflix

O anime, criado em colaboração com o Studio Trigger, estreia na Netflix em 13 de setembro.

Quantos episódios terá a primeira temporada de Cyberpunk: Mercenários

Todos os 10 episódios da série independente serão disponibilizados no mesmo dia. Além do anúncio da data oficial de lançamento, um novo trailer, destinado apenas ao público adulto, também foi revelado.

Novo trailer de Cyberpunk: Mercenários

Abertura de Cyberpunk: Mercenários

Novo pôster de personagem para Cyberpunk: Mercenários

O que você precisa saber para assistir Cyberpunk: Mercenários na Netflix 1

A CD PROJEKT RED lançou ainda um novo pôster com um dos personagens principais da série – a brilhante Lucy, uma trilha-rede habilidosa e um importante membro da equipe mercenária de Maine. Apesar de suas habilidades técnicas altamente desejadas, ela não quer nada além de escapar de Night City e de seu passado perigoso.

A história de Cyberpunk: Mercenários

Cyberpunk: Mercenários conta a história de David Martinez, um marginal tentando sobreviver em uma cidade do futuro obcecada por tecnologia e modificações corporais. Após uma tragédia pessoal, David decide assumir o controle de seu próprio destino ao tornar-se um edgerunner – um fora da lei mercenário, também conhecido como cyberpunk.

Quem fez Cyberpunk: Mercenários

A aclamada empresa de animação japonesa Studio Trigger colaborou com a CD PROJEKT RED para dar vida à história, com Hiroyuki Imaishi (Gurren Lagann, Kill la Kill, Promare) dirigindo a série.

Yoh Yoshinari (Little Witch Academia, BNA: Brand New Animal) é o designer-chefe de personagens e diretor executivo da animação. Masahiko Otsuka (Star Wars: Visions ‘O Ancião’) e Yoshiki Usa (série GRIDMAN UNIVERSE) são responsáveis pelo roteiro baseado na história fornecida pela CD PROJEKT RED.

A trilha sonora original é composta por Akira Yamaoka (série Silent Hill).

Entrevista com os responsáveis por Cyberpunk: Mercenários

Dubladores japoneses de Cyberpunk: Mercenários

  • David: KEN
  • Lucy: Aoi Yuuki
  • Maine: Hiroki Touchi
  • Dorio: Michiko Kaiden
  • Kiwi: Takako Honda
  • Pilar: Wataru Takagi
  • Rebeca: Tomoyo Kurosawa
  • Faraday: Kazuhiko Inoue
  • Glória: Yurika Hino
  • Ripperdoc: Kenjiro Tsuda

O que é Cyberpunk?

De acordo com Lawrence Person: Os personagens do cyberpunk clássico são seres marginalizados, distanciados, solitários, que vivem à margem da sociedade, geralmente em futuros distópicos onde a vida diária é impactada pela rápida mudança tecnológica, uma atmosfera de informação computadorizada ambígua e a modificação invasiva do corpo humano.

Segundo William Gibson, em seu livro Neuromancer, o indivíduo cyberpunk é uma espécie de “pichador virtual” que se utiliza de seu conhecimento acima da média dos usuários para realizar protestos contra a sistemática vigente das grandes corporações, sob a forma de vandalismo com cunho depreciativo, a fim de infligir-lhes prejuízos sem, contudo, auferir qualquer ganho pessoal com tais atos.

O termo “Cyberpunk” também significa uma subcultura que é focada na Cybercultura e se destaca pela preferencia por música psicodélica e de gêneros de fusão entre punk rock e música eletrônica e por adereços de moda futuristas.

mundo cyberpunk é distópico, ou seja, é a antítese das visões utópicas, muito frequentes na ficção científica produzida em meados do século XX, tipificadas pelo mundo de Jornada nas Estrelas (Star Trek), embora incorporando algumas dessas utopias, principalmente na questão da separação entre corpo e mente, muito discutida desde a filosofia cartesiana.

Dica de alguns filmes Cyberpunk

  • Blade Runner
  • Tron
  • Matrix
  • Robocop
  • Ghost in The Shell
  • Exterminador do Futuro
  • Elysium
  • O Vingador do Futuro
  • Akira
  • Alita

Dica de alguns livros Cyberpunk

  • Neuromancer
  • Metrópolis
  • Sonhos Elétricos
  • Encarcerados
  • Carbono Alterado
  • Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Veja mais

Siga nossas redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,825FãsCurtir
2,998SeguidoresSeguir
4,049SeguidoresSeguir

Receba as novidades

Fique por dentro de todas as novidades do site em primeira mão!

Recentes

Conteúdo fresquinho

Crítica | Baghead: A Bruxa dos Mortos

Em Baghead: A Bruxa dos Mortos, um bar abriga esse um ser misterioso e perigoso que pode tomar a forma de qualquer pessoa que não está mais viva, basta apenas um objeto e a pessoa se materializa na sua frente, mas as consequências podem ser imprevisíveis e mortais, o filme tem um grande potencial que poderia ter sido explorado, não é uma história excepcional, apenas não deixa um grande impacto.

Mais artigos do autor

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave