sábado, 19, setembro, 2020
Início Críticas Primeiras Impressões Primeiras Impressões: Demolidor

Primeiras Impressões: Demolidor

Finalmente, depois de muita expectativa, estréia a nova original da Netflix, Demolidor.

De todas as pessoas que estavam ansiosamente aguardando essa estréia, com certeza eu era a mais ansiosa. Não só por ser uma nova chance ao herói da Marvel mal aproveitado no filme de 2003, mas também por ter Steven S. DeKnight (criador de Spartacus) nos créditos. Como é de costume com toda produção, com grandes ansiedades vem grandes receios e do mesmo modo que estava louca para checar como seria a nova produção, também tinha medo de me decepcionar e ser mais um fiasco.

Fico feliz em informar que não teve nenhum fiasco na série. De fato, Demolidor (Daredevil) deixou pra trás os defeitos do tão criticado filme e saiu por cima nos seus primeiros episódios. Com uma construção impecável de personagens e situada pós destruição de Nova York devido aos eventos do primeiro Vingadores, a série explica muito bem os fatos sem sair do Universo Marvel que já está criado nas obras anteriores.

Matthew “Matt” Michael Murdock (Charlie Cox) é um advogado novato que acaba de alugar um escritório para sua nova firma, juntamente com seu sócio Foggy Nelson (Elden Henson). Matt sofreu um acidente quando criança que resultou em cegueira, por isso, ele agora tem seus outros sentidos muito mais aguçados e treinados, usando-os para combater o crime em Hell’s Kitchens. Advogado meia boca de dia, Justiceiro fodão de noite.

Demolidor NetflixLogo no primeiro episódio a dupla pega o caso de Karen Page (Deborah Ann Woll, nossa linda e saudosa Jéssica de True Blood), que é vítima de uma armação por saber mais do que deveria. Paralelamente, vemos alguns movimentos do Rei do Crime, que está muito bem estrategicamente ausente na produção.

Demolidor mostra o início de Matt como Justiceiro, um pouco inexperiente e sangrando em suas batalhas, enquanto alguns flashbacks de sua infância nos informam como chegou, onde vemos tudo com uma certa escuridão, indicando sutilmente um pouco de como Matt vê o mundo, sem apelar para a violência extrema. Mesmo tendo espaço para isso (a série está com classificação 18 anos), a violência é usada sutilmente, deixando mais espaço para o psicológico do que para o sangue, com cenas de luta magistralmente construídas.  A nudez também não é usada como apelo, o que favorece muito a qualidade.

Basicamente, Demolidor tem tudo. Cenas muito bem construídas, com a dose certa de violência, foco principal nos personagens que são igualmente bem apresentados, uma ambientação envolvente e alto nível de diversão. Chega a ser muito difícil achar algum defeito na produção, portanto, assista e seja feliz!

Demolidor

Demolidor está disponível, com episódios semanais, a partir de hoje (10 de abril) na Netflix.

Veja a ficha técnica e elenco completo de Demolidor. 

 

Nota do Thunder Wave
Com personagens muito bem construídos e mostrando ser de qualidade, a série se mostra muito promissora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,011FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,361SeguidoresSeguir

Brooklyn Nine-Nine | Série exibirá episódio sobre brutalidade policial na 8ª...

0
Brooklyn Nine-Nine vai exibir uma história sobre a brutalidade policial na 8ª temporada. Depois de supostamente desfazer-se de pelo menos quatro episódios...

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave