sábado, 15, agosto, 2020
Início Críticas Primeiras Impressões Primeiras Impressões: Britannia

Primeiras Impressões: Britannia

Britannia é uma série densa. Sem dúvida alguma é um drama que faz o espectador segurar o fôlego e só o soltar na música tema de abertura.

Ao se deparar com tantos elementos sendo apresentados, o tema de Britannia era para ser, no mínimo, uma forte batida militar e celta. O que foi algo totalmente inusitado para um seriado com uma temática tendo três pontos de vista iniciais: Pelos Deuses, Pelo Povo e Pelo Império.

Primeiras Impressões: Britannia 1
Pelos Deuses, Pelo Povo e Pelo Império | Imagem: Sky Atlantic

Retirando a segunda parte do pôster, Pelo Povo, as outras estão claramente no primeiro episódio. Somos apresentados a um druida com visões vindas do submundo. O trabalho de câmera é excelente, mostrando bem ao espectador através de névoas e desfoque, a visão do personagem. Isto segue durante a história, não de maneira cansativa, mas pontual.

A trama também é bem construída, com os elementos sendo apresentados e já acontecendo, sem utilizar de longas cenas e diálogos que parecem querer explicar detalhe por detalhe do que está acontecendo e uma narração cansativa. Por sinal, Britannia não tem narração. São doses pesados e densos dos acontecimentos. Não há muitos momentos de paz. Nem mesmo para mostrar os cenários que se passam no sul do Reino Unido e que também foi gravada em mais de 20 locações em países como o País de Gales e até a República Tcheca.

Primeiras Impressões: Britannia 2
David Morrissey em Britannia | Imagem:Sky Atlantic

David Morrissey (Governador de Walking Dead), como o general das forças Romanas, foi o principal personagem apresentado neste piloto. Não que os outros não tenham tido sua participação como destaque. Mas O General é a principal força antagônica que irá despertar os clãs que estão separados a uma união ou uma total luta entre si. Como bem dito por ele para Lucius (Hugo Speer, de Musketeers), quando perguntado “qual o plano” sobre conquistar a Ilha, o General responde:

O mesmo que no Egito, Tergeste. Achar o chefe local, descobrir o que eles querem, quem eles odeiam, quem querem ver punidos por séculos de ofensas, qual floresta sagrada eles querem de volta. Nós ouvimos atentamente, muito atentamente, encontramos o ponto fraco e pressionamos firmemente. Em cinco anos, esses bosques serão navios romanos carregando soldados romanos para o outro lado. E assim por diante.

Nada mal!

Além do teor histórico, a série ainda é crítica com muitos momentos de nossa sociedade atual, com países invadindo outros e praticamente fazendo “m3$5rda” para marcar território. E isso não é uma expressão, é o que realmente acontece. Tanto que existe uma brincadeira sobre que “tipo de civilização você” é na internet.

Britannia já é sem dúvida alguma uma série para disputar com Vikings e Game of Thrones um lugar no coração dos fãs por seriados que envolvam temática histórica e principalmente celta!

A primeira temporada de Britannia, que tem nove episódios, já estreou na Inglaterra pela Sky Atlantic e está disponível na Amazon Prime.

Nota do Thunder Wave
Com uma narrativa fluida e acontecimentos interessantes, Britannia estreia prometendo garantir um espaço no coração dos fãs de séries históricas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,023FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,369SeguidoresSeguir

Resenha | Crepúsculo

0
A saga é um ótimo gancho para falar sobre problemas como amor doentio, falta de autoestima, solidão e como nós de forma "indevida" romantizamos os relacionamentos abusivos.

Crítica: Greenleaf – 3ª Temporada

4
Desde que Greenleaf estreou no catálogo da Netflix Brasil, a série arrebatou a atenção e também, a predileção da audiência. Já de cara, a...
Primeiras Impressões: Britannia 9

Um adeus a Merlin

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave