Duplas dinâmicas de perdedores são muito encontradas em obras televisivas e cinematográficas, talvez até mais do que deveria. Ghosted, nova série da Fox, traz esses famosos elementos, entretanto os apresenta de uma maneira diferente e até que bem coerente, conseguindo driblar boa parte dos clichês.

Se espelhando em clássicos de ficção, que misturam acontecimentos inusitados envolvendo monstros e situações cômicas, a trama apresenta Max Jennifer (Adam Scott), um ex- professor com um grande conhecimento em ciência oculta que perdeu seu status depois de jurar para todos que sua esposa foi abduzida, e Leroy Wright (Craig Robinson), um ex-policial, especializado em pessoas desaparecidas, que perdeu seu cargo e agora trabalha como segurança de shopping. Quando, misteriosamente, um agente indica seus nomes em uma missão, da qual só eles poderiam cumprir, eles começam a trabalhar juntos para uma área do governo que investiga e acaba com ameaças de outro planeta.

Ghosted | Imagem: Fox

Muito focado na comédia, esse piloto apresenta uma boa ideia, mas deixa muito a desejar no desenvolvimento e resolução do caso para tentar arrancar algumas risadas. Cheio de situações absurdas -mais do que o necessário-, o episódio apresenta argumentos interessantes, mas que não prendem o espectador por se perderem no meio das cenas cômicas forçadas.

Ghosted não nega que é uma comédia e abusa de do estilo Trash na produção. Isso funciona, visto que é um estilo que combina com risadas, o problema é que o roteiro justifica muito bem o envolvimento de Leroy e Max com as investigações e apresenta uma trama promissora, porém isso fica jogado para segundo plano, logo atrás das citadas piadas e com isso a qualidade também é colocada pra baixo.

Os personagens secundários, que mostram um grande potencial não são explorados, deixando o episódio nas costas da dupla protagonista. É justificável que foquem na explicação dos personagens, porém o tempo gasto para isso deixa a missão e o restante do elenco mal colocado. Adam e Craig possuem uma boa química, mas ao passar quase todo o tempo em cena mostrando suas divergências de personalidade e protagonizando momentos desnecessários como tapas na cara para firmar uma intimidade, desperdiçam sua atuação.

Ghosted não teve um bom começo, entretanto há chances de melhorar. A interessante trama promete ser explorada de uma maneira mais satisfatória no futuro e com isso a qualidade da temporada certamente irá aumentar.

Veredito
Nota do Thunder Wave
Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here