quarta-feira, 20, outubro, 2021

Primeiras Impressões: iZombie

izombie

Zumbis nunca vão sair de moda, isso é algo que todos nós sabemos e já nos conformamos com isso. Quando o apocalipse zumbi começa a dar uma cansada nas pessoas, os escritores precisam inventar um novo modo de criar histórias com os comedores de cérebro e assim surgem as obras que aprofundam na vida dos mortos vivos, onde vemos o lado deles e não dos sobreviventes aos seus ataques.

Baseada na HQ de mesmo nome, criada por Chris Roberson e Michael Allred e publicada pela Vertigo, iZombie narra a vida de Liv Moore  (Rose McIver), uma médica aspirante à cirurgiã cardíaca com a vida encaminhada conforme seus planos. Com uma carreira promissora, um belo noivo (Major, interpretado por Robert Buckley) e uma boa relação com a família, Liv tinha tudo, até que morre em uma festa. Isso mesmo, uma nova droga estava rolando nessa festa e transformou todos em zumbis. Não é exatamente explicado se só Liv teve esse ‘efeito colateral’ de ser contaminada e virar uma morta viva, vivendo normalmente ( se ignorarmos que ela  come cérebros) ou como isso aconteceu.

izombie

Liv teve de desistir de sua vida perfeita, terminando o noivado por medo de contaminar seu noivo, largar seu emprego perfeito e ir trabalhar em um necrotério, e tendo dificuldades em se relacionar com seus entes queridos, por, obviamente, não poder contar seu segredo. Sua necessidade de comer cérebros também lhe dá as habilidades que a pessoas possuía, como é dito por ela mesma “ Você é o que você come”. Juntos com as habilidades vêm as memórias e ela decide ajudar a encontrar o assassino, servindo de consultora ao policial Clive Babineaux (Malcolm Goodwin).

A ideia é boa, a execução também, porém tem coisa que me desagradou nesse piloto. A primeira coisa foi a adaptação, iZombie é um quadrinho de humor negro que une todo um universo de monstros e satiriza várias coisas. Na série, carregaram e muito na carga dramática da personagem, visto que não existe esse foco na vida perfeita que ela tinha antes e tudo que perdeu, além de transformarem na bendita procedural. Sei que muita gente ama esse gênero e vai gostar de iZombie exatamente por ser procedural cômica, mas quem, como eu, já não aguenta mais ver tudo ser focado em uma investigação, irá reclamar do caminho que a série tomou com esse leque enorme de possibilidades que tinha.

No lado positivo, a produção é muito bem feita. Começando pelas cenas que dão a menção de ser dividas em capítulos com uma introdução em formato HQ, que fã de quadrinhos não fica feliz em ver isso? A linda e talentosa Rose McIver é o grande destaque, ela sozinha pode fazer com que você tenha vontade de assistir a série. Com seu jeito ‘To nem aí’ unido ao sarcasmo, a atriz faz valer os 40 minutos.

Primeiras Impressões Izombie

Acredito que aos poucos alguns personagens da HQ irão começar a aparecer e expandir o universo sobrenatural. O jeito é conferir os próximos episódios e ver.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,959SeguidoresSeguir
4,239SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave