Jane the Virgin é uma aposta interessante da CW.  Com uma mistura de novela mexicana com série Teen, Jane the Virgin conseguiu surpreender por explicar muito bem uma situação considerada impossível de acontecer.

Jane (Gina Rodriguez) é uma garota latina, de 23 anos, virgem. Sua virgindade só existe por causa de sua avó, Alba (Ivonne Coll), que a convenceu a se manter assim para evitar seguir os passos de sua mãe, Xiomara (Andrea Navedo), que engravidou de Jane aos 16 anos.

Contra todas as chances, Jane engravida. Como? Por uma inseminação artificial feita por engano! Petra Solano (Yael Grobglas) marcou uma consulta no ginecologista no mesmo horário de Jane, para ser inseminada com o esperma congelado de seu marido, Rafael (Justin Baldoni), e devido a uma confusão da médica substituta, Jane acaba sendo inseminada no lugar de Petra.

Jane-The-Virgin

Para dar um toque de novela mexicana ( a série foi adaptada da novela Joana, a Virgem), temos os fatos: A médica substituta era a irmã de Rafael;  Rafael quase morreu de câncer e seu esperma congelado era o último utilizável; Petra só está tentando segurar o marido por causa de um acordo milionário; e, para fechar com chave de ouro, Rafael e Jane tiveram uma noite romântica no passado. Tudo isso contado por um narrador mexicano.

O grande foco do piloto, após a devida apresentação dos fatos, é o dilema de Jane em resolver se faz ou não o aborto. Ficamos verdadeiramente balanceados em ver a difícil decisão da protagonista, que vai muito além da famosa discussão de aborto ser assassinato, tendo o peso de ser a única chance de Rafael ter um filho, batendo de frente ao fato de seu noivo não aceitar a criança e o medo de Jane de cometer o mesmo erro da mãe ao engravidar cedo.

Esses dramas, misturados às situações inusitadas, tornam Jane the Virgin a perfeita Dramédia. Claro que não é a melhor estréia da Fall season e está longe de ser a série mais promissora, mas esse piloto me surpreendeu, esperava algo bem mais “vazio” do mesmo.

Veja a ficha técnica e elenco completo de Jane The Virgin. 

Veredito
Nota do Thunder Wave
Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here